GAY BLOG BR by SCRUFF

Desde 2018, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), pessoas trans não necessitam mais entrar na justiça ou realizar cirurgia de redesignação sexual para fazer a retificação de seus nomes. No entanto, o processo ainda pode ser difícil: desinformação, burocracia e custos fazem com que muitas pessoas desistam de ter no documento o nome que realmente as identifica. 

Para ajudar a mudar essa situação, a SumUp, empresa global de serviços financeiros, criou a ação “Meu nome, meu orgulho”, que ajudará microempreendedores trans a retificar seus nomes. Em parceria com a ONG Casa Neon Cunha, a fintech dará orientações aos clientes interessados em fazer a mudança e custeará as despesas desse processo.

Campanha “Meu nome, meu orgulho” (Foto: Divulgação)

Nome é identidade. É parte de quem nós somos e carrega toda a história que construímos no mundo. É um motivo de orgulho, tanto que vemos muitos empreendedores batizando suas empresas com seus nomes. No entanto, esse sentimento de orgulho pode estar incompleto em pessoas trans que não fizeram a retificação do nome. Por isso, decidimos criar essa campanha”, diz Vanessa Martins, gerente de criação da SumUp e uma das idealizadoras da ação. 

A ação já foi realizada pela SumUp de modo interno. Desde 2021, a empresa custeia  a retificação dos nomes de seus colaboradores trans. Além disso, no início deste ano, também passou a oferecer um auxílio mensal para as pessoas trans que fazem terapia hormonal. “Agora, vamos levar essa iniciativa para além do escritório, para as pessoas que estão com a SumUp lá fora: nossos clientes”, afirma Vanessa. 

Campanha “Meu nome, meu orgulho” (Foto: Divulgação)

Todas as pessoas trans que aderirem a campanha serão orientados pela equipe especializada da ONG Casa Neon Cunha, que tirará dúvidas sobre o processo, auxiliará na organização dos documentos necessários e dará dicas sobre os melhores e mais acessíveis cartórios para solicitar a mudança de nome. Por fim, a SumUp realizará o pagamento dos custos do processo ao cliente, por meio da ONG. “Além disso, para cada mudança realizada para um microempreendedor, vamos doar o valor de outra retificação para a Neon Cunha”, diz Vanessa.  

Os clientes trans da SumUp interessados em retificar seus nomes podem entrar em contato com a empresa por meio da página disponível aqui. 

Campanha “Meu nome, meu orgulho” (Foto: Divulgação)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)