GAY BLOG BR by SCRUFF

Na próxima segunda-feira (6),  a peça “Posição Amorosa”, que fricciona questões homoeróticas, estreia no Centro de Referência da Dança (CRD), em São Paulo. Parte de uma pesquisa do Núcleo EntreTanto, do coreógrafo Wellington Duarte, a obra tem um caráter de manifesto. No espetáculo, o músico e performer Daniel Fagus Kairoz divide o palco com Duarte.

(Foto: Keiny Andrade)

Neste ano, o Núcleo EntreTanto debruçou-se na pesquisa sobre as distâncias que separam um corpo do outro, um conceito desenvolvido pelo artista visual Hudinilson Jr (1957 – 2013). O grupo passou a observar o espaço existente entre o amor e o sexo, entre o encontro e o contato. Desse estudo nasceu o “Posição Amorosa”, peça que reforça a ideia da existência de posicionamentos amorosos, políticos, afetivos e sexuais. 

Com um cenário que remete ao contexto gay underground dos anos 1980, com ambientações que lembram banheiros públicos, boates e cinemas, a peça tem idealização, concepção e direção geral de Duarte, e dramaturgia e direção cênica assinada por Donizeti Mazonas.

Já os textos são musicados a partir das obras “Infértil”, de Rudinei Borges dos Santos e “O Inominável’ de Samuel Beckett. Com composições, arranjos e direção musical de Rui Barossi, a performance evoca as linguagens da música, teatro e literatura, nas quais Duarte já transitou em sua carreira e que dialogam com a estética proposta também por Hudinilson Jr.

“Posição Amorosa” avança a pesquisa de Duarte em relação às situações de atritos. “Se existe uma conexão entre arte e política, ela deve ser colocada em termos de dissenso, no sentido de que dissenso produz ruptura de hábitos e comportamentos. Virar do avesso, sacudir o consenso empoeirado, encontrar as contra-potências, os contragolpes, novas desordens que a suposta ordem totalitária encobre”, diz o coreógrafo

(Foto: Keiny Andrade)

Para Mazonas, o espetáculo é uma continuidade direta dessa pesquisa de Duarte. “Essas situações que têm relação direta com a questão do corpo e da política, da arte e da política são um pensamento serial – cada trabalho é uma variação do outro, cada trabalho aprofunda as questões do anterior. É um percurso de exploração e de proximidade de pensamentos”, reforça o dramaturgo e diretor cênico da peça.

O espetáculo, que estreia na próxima segunda-feira (6), segue até 9 de dezembro no CRD. Já do dia 13 a 18 de dezembro, “Posição Amorosa” faz sessões na Oficina Cultural Oswald de Andrade. Todas as apresentações são gratuitas e podem ser assistidas tanto presencialmente nos locais, quanto no formato digital pelos canais de cada um dos espaços.

(Foto: Keiny Andrade)

Serviço

Espetáculo “Posição Amorosa”
Duração 50 minutos| Recomendação 14 anos;
Apresentações gratuitas. Retirada de ingresso 1 hora antes.

Onde? CRD – Centro de Referência da Dança
Endereço: Galeria Formosa – Baixo do Viaduto do Chá – s/nº – Praça Ramos de Azevedo Sala Cênica;
Dias 6, 7, 8 e 9 de dezembro de 2021, segunda a quinta-feira, 19h;
Transmissão também pelo Youtube do Centro de Referência da Dança no mesmo horário.

Onde? Oficina Cultural Oswald de Andrade
Endereço: Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro;
Dias 13, 14, 15, 16, 17 e 18 de dezembro de 2021;
De segunda a sexta às 20h, e sábado às 18h;
Transmissão também pelo Youtube das Oficinas Culturais nos mesmos horários.

(Foto: Keiny Andrade)

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)