Recentemente o GAY BLOG BR publicou uma matéria sobre o rapaz que inspirou a canção “Menino do Rio” composta por Caetano Veloso na voz de Baby do Brasil e que se tornou um hit no início dos anos oitenta.

- CURTA A PÁGINA DO FACEBOOK -

Assim como o cantor e compositor brasileiro, diversos outros artistas da comunidade LGBT (e simpatizantes) se inspiraram em pessoas desconhecidas que passaram em suas vidas, dando origem a canções que fizeram sucesso no mundo todo. Conheça alguns:

Reprodução

Elton John

Todos sabem que Elton John, além de ser um grande cantor, é também um incrível compositor. No passado circulou o boato que ele estava ocupado no estúdio e pediu para que que o office boy da gravadora comprasse um sanduíche para ele. Infelizmente o rapaz acabou morrendo ao ser atropelado na rua. Tomado pela tristeza, Elton compôs “Song For Guy” (instrumental) em sua homenagem.

Pouca gente sabe, mas Elton e John Lennon eram bons amigos, tanto que o cantor tornou-se padrinho de Sean, filho do ex-Beatle. Em homenagem ao afilhado, Elton John escreveu a canção “Empty Garden“, além de diversas músicas para outras pessoas que era próximas do cantor.

Reprodução

George Michael

Devastado após perder o seu grande amor, o estilista Anselmo Feleppa, o brasileiro serviu de inspiração para o cantor e compositor na canção “Jesus to a Child” que havia partido em 1993 vítima da AIDS. Já a canção “Freedom! ‘90″ representa para muitos a saída do armário do cantor, embora o mesmo tenha declarado que a música era sobre se libertar da imagem do Wham!

Madonna

Fugindo à regra de pessoas anônimas, em 1986, Madonna coescreveu a música “True Blue” inspirada no seu marido na época, o ator Sean Penn. Inclusive, ela dedicou o álbum ao ator. O casamento conturbado não durou muito tempo, muito em função do comportamento violento dele.

Reprodução

Cyndi Lauper

A música “True Colors”, do segundo álbum da cantora, se tornou um hino da comunidade gay. Lauper é uma das maiores militantes LGBT, tanto que criou a fundação True Colors. Neste álbum, a cantora escreveu “Boy Blue” para um querido amigo que morreu de AIDS. Quanto à canção “True Colors”, foi a única música do álbum de 1986 que Lauper não ajudou a escrever.

Reprodução

Erasure

A Little Respect” é uma das músicas mais belas do duo Erasure, no entanto a canção foi inspirada em um momento nada feliz. A letra pedia ‘um pouco de respeito’ ao governo britânico quando ainda na década de oitenta exigiu o fechamento dos grupos de apoio a causa LGBT+ na Inglaterra.

Reprodução

Village People

Em 1978, o grupo americano Village People resolveu homenagear um local que tinha ‘fama’ de ser um ótimo point para encontros entre pessoas do mesmo sexo; e assim surgiu o hit Y.M.C.A, numa era em que a internet nem sonhava existir, muito menos os aplicativos de paquera. As discotecas gays eram os únicos locais para se conhecer alguém.

Reprodução

Renato Russo

Muitos acreditam que a música “Maurício” seria uma homenagem ao ator Maurício Branco que era amigo próximo do cantor e compositor. Porém, o boato foi desmentido pelo próprio ator em uma entrevista concedida ao GAY BLOG BR; a inspiração seria um outro Maurício que passou na vida do líder do Legião Urbana.

Reprodução

Erasure retorna com clipe inédito; “Nerves of Steel” traz Amanda Lepore e casting de RuPaul’s

Google Notícias