GAY BLOG BR by SCRUFF

O Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (Mamam), localizado em Recife, na Rua da Aurora, foi cenário para o curta intitulado “Eu não quero um filho gay”, que será lançado meia-noite de domingo para a segunda-feira (28/07) e faz parte do “Festival Sou Assim“. A iniciativa será exibida pela TV7Brasil no YouTube.

O filme, baseado em uma história real, conta a história de um jovem que “sai do armário” em uma rede social como forma de desabafar o preconceito sofrido pela sua família. Em seguida, ele é encontrado morto em seu quarto. A polícia descreveu o caso como suicídio.

De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB), em 2018 houve um aumento de 284% nos casos de suicídio na comunidade LGBTQIA+. A depressão é a quarta principal causa de morte no Brasil entre esses jovens de 15 a 29 anos, segundo dados do Ministério da Saúde.

De acordo com informações da revista científica “Pediatrics” (EUA), a comunidade LGBTQIA+ tem seis vezes mais chance de interromper a vida, principalmente quando convivem em ambientes hostis à orientação sexual ou identidade de gênero.

O curta conta no elenco com a transex Rayssa Carraro, o bailarino Alex Carvalho e uma participação especial da atriz trans veterana dos palcos de Pernambuco Raquel Simpson. “Tudo é muito forte e traz a tragédia, mas em meio a dança, dublagem e uma interpretação inigualável dos atores. Será emocionante”, conta o diretor e produtor do curta Marcone Felix.

Festival de Pernambuco reúne debates e filmes LGBTs da região
Divulgação

A programação começa na sexta-feira (25/07), às 21h com o programa “Pajubá Drag” sob o comando das drag queen Alexia Tarantino, Norman Bancks e Mílicent.

No sábado (26), 21h, é a vez do programa “Pajubá Gay” sob o comando do sociólogo Acioli Neto, que receberá o jornalista do portal IG e correspondente do jornal Estado de São Paulo Pedro Jordão; O militante Thiago Rocha; o sociólogo Rildo Veras, além da participação especial de Sivon Carvalho.

Domingo (27), às 13h,o festival terá Tory Mílicent fazendo uma entrevista com a transex Raysa Carraro e o bailarino Alex Carvalho, no Mamam, para comentar sobre o curta “Eu não quero um filho gay”. Às 19h, haverá o programa “Pajubá Trans”, com participarão das trans Marquesa Santos, Madonna Twins e Laleska Maria Lima.

No domingo, a partir das 21h, será exibido o filme “Travessia” do cineasta Chico Amorim, estrelado por Risolene Lima, Bruno de Lavor e Aurélio Lima. Este é uma história dedicada a todos os LGBTQIA+ que morreram vítimas de homofobia no sertão nordestino.

Para encerrar o festival, às 22h30, será a vez das Beshas do Kinet, Rita Pavone, Ágda Monteiro e Michelle de Afogados, contando histórias engraçadas.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF possui mais de 15 milhões de usuários no mundo todo. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. Baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO