Alvo de debate desde o lançamento do filme, o diretor de “Me Chame Pelo Seu Nome” (2017), Luca Guadagnino, defendeu seu posicionamento de escalar atores héteros para interpretarem personagens gays ou bi.

GAY BLOG BR by SCRUFF

A informação veio em uma entrevista ao jornal “The Independent“, após questionar o aumento de atores gays e bi interpretando personagens LGBTS. Guadagnino, que é gay, disse que não questiona os atores sobre sua sexualidade antes de escalá-los, além de que os próprios gays são muito diversos e não  existe essa analogia de que uma pessoa homossexual interpretaria melhor aquele papel por seu personagem ter a mesma orientação sexual do ator.

“Eu li muito Freud para levar a sério essas críticas” – ele disse – “Honestamente não acredito que tenho o direito de decidir se um ator é hétero ou não. Quem sou eu para saber algo que a pessoa está pensando de si mesmo ou de si mesma.. Sim, Armie é um homem hétero casado com filho e o mesmo vale para o Timothéé. Mas se eu pergunto sobre sua sexualidade, identidade, desejo, antes de escalá-los? Não faço!”

Guadagnino defende que não existe uma “identidade gay” e, para endossar seu discurso, argumenta que um homossexual pode ser completamente diferente do outro. Para reforçar mais ainda, ele disse que o filme “O Silêncio dos Inocentes” precisaria de um serial killer de verdade ara interpretar o papel de serial killer.

Diretor de Me Chame Pelo Seu Nome se posiciona quanto as críticas ao escalar atores héteros
Reprodução

O diretor também respondeu às críticas do roteirista de Me Chame Pelo Seu Nome, James Ivory, que achou decepcionante não ter nudez no filme lançado, considerando que no script havia várias cenas que foram cortadas.

“Ninguém que conhece meu trabalho pode achar que sou tímido em ter nudez masculina, feminina ou de outro gênero (…) Minha questão a ele é sobre a necessidade de ter um nu frontal masculino. Não achei  necessário, então não teve”. 

Guadagnino planeja fazer uma sequência para o longa-metragem, mas qualquer desenvolvimento do novo projeto foi parado devido a pandemia.

A problematização com os atores héteros em ‘Me Chame Pelo Seu Nome’

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".