GAY BLOG BR by SCRUFF

A representatividade de corpos é uma das marcas do trabalho desenvolvido pelo fotógrafo e jornalista Eberson Theodoro. O catarinense é idealizador do projeto “Foto de Homem, que tem propósito naturalizar a nudez masculina, apresentada de uma maneira artística. No entanto, o fotógrafo relata que vem enfrentando problemas com seu perfil profissional no Instagram, sua principal rede de divulgação de trabalho. Mesmo seguindo as boas práticas da rede social, Eberson comenta que a rede social está banindo suas imagens sob justificativa de infringirem as diretrizes da plataforma.

Fotógrafo de nu masculino enfrenta censura do Instagram
Eberson Theodoro – Foto: Marcelo Aut

Neste mês, Eberson teve seu perfil profissional banido da rede social. De acordo com o fotógrafo, essa não é a primeira vez que a plataforma toma essa atitude e, desde o começo do seu projeto, há cerca de dois anos, essa é uma das maiores dificuldades em relação ao seu trabalho e o Instagram.

Após a rede social deletar o perfil com mais de 7 mil seguidores, Eberson criou a conta ( agora sob username @fotodehomem1) pela quarta vez. Outro perfil profissional do fotógrafo, banido no ano passado, possuía cerca de 10 mil seguidores. Segundo ele, todo o trabalho dedicado para divulgar seu trabalho na rede social, se esvai em segundos quando a conta é banida da plataforma.

Assim como Eberson, outros fotógrafos que trabalham com nu artístico também enfrentam problemas com o Instagram. Em 2019, a fotógrafa Pamela Facco, que retrata grupos de homens e mulheres nus, em poses não-eróticas, processou a rede social na Justiça de São Paulo e conseguiu recuperar a conta, após mais de oito meses fora do ar.

De acordo com o site Uol, a sentença, da Primeira Vara Cível de Santo Amaro, obrigou a rede social a recuperar a conta de Pamela, que tinha mais de 6 mil seguidores quando derrubada. Na decisão, a juíza Carolina Nabarro Munhoz Rossi, afirma que, no caso de Pamela, “se observa que houve uma incorreta análise do conteúdo publicado pela autora” pelo Instagram.

Em 2018, outro caso semelhante ocorreu nos Estados Unidos. Uma equipe de remo universitário, que ficou famosa por seus ensaios nus em calendários de caridade, foi banida do Instagram “sem motivo”, de acordo com o site Metro. A conta do Warwick Rowers foi “permanentemente desativada” do plataforma, conforme anunciado pela equipe na época. Após a repercussão, um representante da rede social disse: “Esta conta foi removida por engano. Desde então, reativamos @Warwick_rowers e pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado”.

Projeto Foto de Homem

A diversidade do projeto “Foto de Homem” é apresentado pelas imagens de homens de corpos comuns a “padronizados”. Não há preferências por etnias ou orientações sexuais, todos tem espaço no site do profissional catarinense.

Eberson segue uma periodicidade semanal nas suas publicações no site, que está disponível para assinantes a partir de R$18 mensais. Para o criador, o “Foto de Homem” vai muito além de uma plataforma de nudez comum: “Na era do Only Fans e da pornografia gratuita disseminada pela internet, meu trabalho propõe um verniz artístico pra explorar a beleza masculina”, pontua o fotógrafo.

“Eu preciso ter um planejamento muito grande: manter contato com o público pelo Instagram, procurar novos modelos, pesquisar as locações, programar viagens, ver passagem, orçar hospedagem. Faço tudo sozinho, mas o amor ao trabalho reduz o cansaço físico e mental que por vezes ele mesmo me causa”, conta o fotógrafo que já realizou sessões no Rio de Janeiro, São Paulo e em outras partes do país.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)