GAY BLOG BR by SCRUFF

A Prefeitura do Rio está apoiando o Festival Jackie Vôley de Praia LGBTQIA+ com idealização da campeã olímpica Jackie Silva, para promover o esporte e o espírito de união entre a comunidade. O evento acontecerá no dia 17 de setembro, na Praia de Ipanema, ao lado do Quiosque Clássico Beach, a partir das 8h30, e aqueles que quiserem participar podem se inscrever através deste formulário.

O torneio será de duplas, com módulos em fase de grupos e eliminatórias. Tanto homens quanto mulheres podem participar. O valor da inscrição da dupla é R$ 90,00.

“A espera acabou… AS INSCRIÇÕES ESTÃO ABERTAS PARA O TORNEIO DE DUPLAS JACKIE VÔLEY DE PRAIA🏳️‍🌈✅. É isso mesmo, agora você já pode se inscrever e participar da 1ª edição do Festival Jackie Voley de Praia que acontecerá no dia 17 de setembro, na Praia de Ipanema, a partir das 8h30. Será fantástico e queremos muito ter a participação de um público diverso que partilhe da mesma energia! 🤩🔖 O link do formulário de inscrição já está em nossa bio. É só clicar e inscrever a sua dupla! 😉 #FestivalJackieVôleyDePraia #LGBTQIA+ #Proud #OrgulhoGay #BeachVolley #Volleyball #PraiaDeIpanema”, diz o post do Instagram.

Festival Jackie Vôlei de Praia LGBTQIA+ em Ipanema está com inscrições abertas
Reprodução

Jackie Silva do Festival Jackie Vôley de Praia LGBTQIA+ em Ipanema

Jaqueline Louise Cruz Silva (Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 1962), também conhecida como Jackie, é uma ex-jogadora de voleibol brasileira, campeã olímpica em 1996 no vôlei de praia. Foi Atleta do Flamengo, clube pelo qual conquistou o Campeonato sul-americano de clubes em 1981.

Jackie foi levantadora titular da seleção brasileira de vôlei nos Jogos Olímpicos de Moscou em 1980 e de Los Angeles em 1984 – onde foi considerada a melhor levantadora dos Jogos -, após carreira de grande sucesso no vôlei carioca e brasileiro desde os 14 anos de idade, quando ingressou na seleção principal do Brasil.

De temperamento forte a atitudes polêmicas, uma líder nata e sempre lutando pelos seus direitos como mulher e como atleta, Jacqueline envolveu-se em várias disputas com dirigentes da Confederação Brasileira de Voleibol, como, por exemplo, quando se recusou a vestir o uniforme oficial da seleção brasileira com o nome do patrocinador estampado, sem receber nada por isso, numa atitude premonitória do profissionalismo que viria a existir nos esportes olímpicos, mas que na época era visto como um desafio de uma “menina rebelde




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"