Jogador de rúgbi responde comentário homofóbico com foto de ‘beijo da vitória’

No início deste mês, o jogador australiano de rúgbi Israel Folau causou indignação quando sugeriu que os gays acabariam no inferno caso não se arrependessem de seus pecados e “se voltassem a Deus”. O comentário foi feito no Instagram e já foi excluído.

O comitê de rúgbi da Austrália decidiu impor uma sanção ao jogador, já que a homofobia vai contra a política nacional de inclusão ao esporte.

Entre várias críticas, o atleta Simon Dunn postou uma foto com seu parceiro Felix intitulada de ‘beijo da vitória’. Os dois jogam juntos no clube de rúgbi de Londres, o Kings Cross Steelers.

"Victory kiss". Reprodução Twitter - Simon Dunn rúgbi
“Victory kiss”. Reprodução Twitter – Simon Dunn

No dia seguinte, Simon compartilhou novamente a foto, só que desta vez marcando a @ do jogador homofóbico na legenda e encorajando seus fãs a retweetá-lo para que o profissional de rúgbi homofóbico recebesse inúmeras notificações sobre o beijo, deixando-o incapaz de ignorar a foto do beijo gay.

Em entrevista ao Gay Times, Simon diz: “Infelizmente, o mundo esportivo ainda é um lugar onde beijar o parceiro depois da vitória de nossa equipe ainda é visto como um ato de rebeldia ou rebeldia. É um ambiente onde comentários homofóbicos podem ser defendidos como ‘apenas questão de opinião’ – e isso é realmente preocupante. Dediquei minha vida ao esporte e, sendo um atleta gay, continuarei a fazer o que é natural para mim e espero quebrar os estereótipos no processo.”

Simon não é o único famoso a compartilhar suas opiniões sobre a polêmica; o astro de Riverdale, KJ Apa, recentemente postou em seu stories do Instagram: “Nosso papel como cristãos é amar, não julgar. O que lhe dá o direito de condenar? Você é perfeito?”

Em apoio à diversidade, uniforme de time de rugby revela arco-íris ao ser esticado

Anúncios