GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: Español

Eduardo Albarella, conhecido dentro do meio LGBTQIA+ como Miss Biá, morreu aos 81 anos nesta quarta-feira, 3 de junho, em São Paulo, por complicações causadas pela covid-19. A informação foi confirmada pela sua sobrinha ao G1. Biá tinha 60 anos de carreira.

Miss Biá é considerada a primeira drag queen do Brasil, já que ela começou a se vestir de mulher em 1958, quando trabalhava como office boy, em São Paulo. Anos mais tarde, ficou conhecida por fazer cover de Hebe Camargo, com direito a perucas loiras e maquiagem remetendo à apresentadora.

Sobre sua carreira, o artista concedeu uma entrevista ao G1 em 2017, explicando que suas referências eram as atrizes de cinema de sua época:

“A gente tinha referências de quem era um Rita Hayworth, uma Marilyn Monroe e procurava fazer aquilo de uma forma bonita.” 

Na sua época não existia dublagens, então ela própria tinha que cantar, além de que no início dos anos 60, não existia boates especialmente designadas ao público LGBTQIA+ em São Paulo, e, portanto, ele tinha que fazer seus shows de drags em boates de héteros.

Chico Felitti conta histórias de vida de vítimas da covid-19 em podcast
Miss Biá – Reprodução

“Temos um ditado entre nós de que ‘quando uma de nós morre, nós morremos um pouco’. Com a perda da Miss Biá ouso dizer que só hoje perdemos muito!” – disse a Drag Queen Ikaro Kadoshi, famosa pelo programa de TV Drag Me As a Queen.

Já a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo emitiu uma nota de pesar:

“Miss Biá, persona de Eduardo Albarella de 80 anos, começou na arte do transformismo no início da década de 60 e não parou mais. Arte, irreverência e bom humor. Estamos em luto. A saudade estará sempre presente”.

This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"