GAY BLOG BR by SCRUFF

Na última quarta-feira (2), um padre que atua em Santo Amaro da Purificação, no recôncavo baiano, publicou um vídeo pornô gay em um grupo de WhatsApp de fiéis da igreja que ele é responsável. Após o incidente, os “prints” viralizaram na internet, causando polêmica e reclamações dos frequentadores da igreja. As informações são do portal g1.

O padre Francisco Oliveira atua há sete anos na paróquia do distrito de Oliveira dos Campinhos. O vídeo enviado por ele no grupo tem mais de dois minutos de duração e mostra dois homens em ato sexual.

Paróquia de Oliveira dos Campinhos, em Santo Amaro, recôncavo baiano (Foto: Site Fala Genefax)

Ao g1, o padre disse que enviou por engano o conteúdo ao grupo, intitulado “Sagrada Família”. Ele alegou que tem problemas de coordenação motora e, por isso, acabou postando o material de forma involuntária depois de tentar apagar o vídeo, que havia recebido de outro contato.

Sou portador de uma comorbidade, e não tenho coordenação motora. Recebi muitos vídeos pornográficos. Como não dou ‘Ibope’ a essas coisas, excluí. No momento em que apertava a lixeira do aparelho, entrou uma mensagem do grupo da Sagrada Família e o vídeo foi parar no grupo. Foi por engano”, explicou o religioso.

Após enviar o vídeo, alguns fiéis questionaram a mensagem e saíram do grupo. “Meu Deus, que absurdo é esse?”, indagou um membro da paróquia que estava no grupo. “Uma vergonha! Estou fora”, disse outro.

O padre só percebeu a falha no dia seguinte, após ver as mensagens dos fiéis reclamando. “Um integrante do grupo se posicionou, questionou fui averiguar e o vídeo estava no grupo. Apaguei e me retratei com o grupo contando o que aconteceu”, contou Francisco.  Ele ainda disse que a Diocese de Cruz das Almas compreendeu a situação e não será punido.

(Foto: Reprodução/ WhatsApp)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)