Um post na página da rede de baladas 1007 no Facebook confirmou as casas de São Paulo, Florianópolis Balneário Camboriú fecham as portas, deixando funcionários – registrados ou não – em situação de vulnerabilidade. Foi alegada uma crise, mas não foi citado se os funcionários terão direitos trabalhistas.

1007
Reprodução/Facebook

A 1007 havia surgido em Florianópolis e nunca se propôs a ter um nome, ficando conhecida pelo número que ocupava na Alameda Adolfo Konder.

Boate Eagle, em SP, se reinventa e passa a oferecer hambúrgueres artesanais na quarentena

A única vez que fomos na unidade de Florianópolis foi para nunca mais voltarmos. O estabelecimento possuía medidas de segurança questionáveis: ausência de saída de emergência, fios elétricos desencapados expostos, a pista inferior inundada de esgoto por alguma privada entupida e anormalidades nada agradáveis.

Em breve o leitor ficará informado sobre os melhores lugares a serem frequentados pós-pandemia! :)

Festa Dando arma “DarkZoom” e traz Clarice Falcão como atração musical

Google Notícias