GAY BLOG BR by SCRUFF

Este artigo também está disponível em: English Español

Um garoto americano escreveu uma carta de partir o coração para o Papai Noel sobre ser gay, conta a revista Advocate. Escrita por Will, em uma caligrafia de criança, ela foi postada em um site administrado pelo correio dos EUA, que coleta cartas escritas para o Papai Noel.

“Querido Papai Noel, você apoia a comunidade LGBTQ e se você pode falar com Deus, você pode dizer a ele que eu o amo, e se ele me ama sendo gay[?]”, Will perguntou.

“Obrigado”, concluiu. “Amor, Will.”

A maioria das cartas compartilhadas na Operação Papai Noel pede brinquedos; vários incluem ilustrações. A carta de Will, um pedido incomum que trata da identidade LGBTQ+ de um jovem tão jovem, foi vista por Nancy Cruz-Garcia, que se sentiu comovida ao compartilhar a carta no Twitter.

Reprodução

“Esta carta ao Papai Noel partiu meu coração”, legendou ela no tuíte.

Outros responderam expressando preocupação com Will. Outros garantiram a ele que, é claro, Will, você é amado. E existem inúmeras organizações que apoiam crianças LGBTQ+ de todas as idades e seus pais.

Embora possa ser incomum para uma criança que é jovem o suficiente para acreditar no Papai Noel para se identificar como gay, as pessoas LGBTQ+ “nascem assim”, como atesta a canção de Lady Gaga. Além disso, pesquisas mostraram que todas as crianças são fluidas de gênero, com uma “fase princesa” sendo um rito de passagem perfeitamente normal para meninos.




Este artigo também está disponível em: English Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.