GAY BLOG BR by SCRUFF

No tocante à área de trabalho, muitos LGBTs ainda sofrem sucessivos ataques e humilhações motivadas pela orientação sexual. Discriminações veladas como “piadas” ou até mesmo intimidações para saírem do armário são algumas situações que ainda são presentes em diversas áreas do mercado.

O combate ao assédio moral e psicológico sofrido por LGBTs no ambiente de trabalho é  o foco do novo projeto de Eliseu Neto, psicanalista, psicólogo, ativista e psicopedagogo, especialista em Orientação Profissional e defensor dos direitos das pessoas LGBT. Atualmente, Neto é assessor legislativo da liderança do Cidadania no Senado Federal do Brasil.

A cartilha, disponível em PDF para download gratuito, é seu mais recente projeto e conta com excelentes estudos sobre a empregabilidade de LGBTs no Brasil, as faltas de oportunidades e o que ocorre quando não empregados.

DESDE CRIANCINHA

Isso começa pela escola. Todas as crianças com orientação sexual em crise, deveriam ser respeitadas sem sofrer bullyng. Isso é algo um pouco difícil neste momento político em nosso País, onde acreditam que o simples pedido de respeito se trata de discutir ideologia de gênero.

Nesse sentido é o enunciado da COPEDUC-GNDH-CNPG (Comissão Permanente de Educação do Grupo Nacional de Direitos Humanos, criado pelo Conselho Nacional de Procuradores Gerais) que visa a garantir igualdade de acesso e permanência na escola, visando o combate a todos os estereótipos e crenças limitantes e preconceituosas atuais.

É realmente um bom começo, pois é de pequeno que se deve aprender e ensinar: respeito, empatia e cidadania.

Ajudando também, temos o decreto legislativo Nº 104, DE 1964 que aprova a Convenção nº. 111 concernente à discriminação em matéria de emprego e de profissão, concluída em Genebra, em 1958. Não efetivo no Brasil.

Para tentar garantir os direitos a essas populações, a criação do programa nacional de capacitação profissional, qualificação de adultos e empregabilidade da população LGBT tem como objetivo, ações e atividades focadas na elevação da empregabilidade e na geração de renda para essas populações.

Para ver o documento na íntegra, clique aqui.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Escritor, Redator e Tradutor. Bacharel em Direito, Pós-Graduado em Direito de Família e Sucessão