No último domingo, dia 15 de março, a cantora Gloria Groove se apresentou no palco do Domingão do Faustão, que desta vez não contou com uma plateia devido ao surto de coronavírus.

Groove cantou as músicas “Coisa Boa” e “Mil Grau”. Logo em seguida, ela comenta um pouco sobre sua carreira, e seu início como drag queen.

“Tinha 18 anos na época, tinha muito contato com teatro musical e acabei descobrindo através da arte drag muito mais do que uma expressão artística, acabei encontrando um jeito que eu conseguisse me mostrar.”

Sua apresentação repercutiu nas redes sociais, com a maioria elogiando seu desempenho.

TRAJETÓRIA

A drag Gloria Groove "nasceu" por influência do reality show RuPaul´s Drag Race (Foto: Reprodução)
A drag Gloria Groove “nasceu” por influência do reality show RuPaul´s Drag Race (Foto: Reprodução)

Gloria Groove é o nome de drag de Daniel Garcia Felicione Napoleão. Iniciando sua carreira em 2002 com a nova formação do Balão Mágico, famoso grupo infantil da década de 80, ficou até 2004 quando este se desfez.

Em 2006 participou do quadro de calouros Jovens Talentos, no Programa Raul Gil, ficando entre os semifinalistas. Eventualmente integrou o elenco da novela Bicho do Mato, na RecordTV, sendo seu primeiro trabalho como ator e no ano seguinte passou a trabalhar com dublagem, ficando no ramo por alguns anos.

Já em 2014, por influência de RuPaul´s Drag Race, Daniel começou a se identificar com a cultura drag queen e resolveu adotar o nome de Gloria Groove.

“Nunca me encaixei e me enxerguei dentro do que as pessoas esperavam para mim. Quando se olha, não se sabe se é homem, mulher, meio do caminho, se chama de ele ou de ela. Ser drag me permitiu me ver pela primeira vez como artista. Ali dentro, posso explorar o que quiser”.

Dois anos mais tarde, resolveu retornar para a carreira da música, dessa vez lançando a música “Dona”, que rendeu grande repercussão. Desde então, Groove tem lançado vários singles e feito várias parcerias de sucesso. Atualmente, está em uma turnê chamada “Fase3“, que tem este nome por enfatizar três pilares da nossa existência: corpo, alma e espírito.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".