GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: Español

Uma conta no Twitter conhecida como @hungslav disse em entrevista ao portal Cocktails & Cocktalk que se tornou bissexual após compartilhar imagens de seu pênis de 26cm. A ideia original era um “matar o tédio na quarentena”, mas o tamanho acabou rendendo sucesso e muitos contatos, em especial dos homens. As informações vieram do Queerty.

“Eu descobri um mundo totalmente novo lá fora, contendo muitos caras bonitos e bem-dotados” – diz – “Me identifiquei como hétero a minha vida toda…mas agora me sinto atraído pelos caras também” – complementa, acrescentando que se identifica como “bi-curioso”.

Os interessados em ver o pênis de Slav, podem conferir através deste link.

Homem se descobre bi após exibir seu pênis de 26cm
Reprodução

BISSEXUALIDADE SEGUNDO A ESCALA DE KINSEY

Dentro da teoria da sexualidade, um estudo conduzido pelo biólogo e sexólogo Alfred Kinsley na década de 1940 determina que há uma escala bem variante de orientações sexuais indo de “0” a “6”, sendo o “0” o exclusivamente héterossexual, e o “6” exclusivamente homossexual.

Segundo seus estudos, há uma grande quantidade de pessoas que apresentam graus de bissexualidade, incluindo aqueles que são predominantemente héteros e eventualmente tem relações homossexuais, aqueles que têm relações homossexuais com frequência, mesmo tendo héteros com mais frequências, os bissexuais que seriam 50% para cada; os predominantemente homossexuais com relações héteros frequentes, os homossexuais com relações ocasionais e aquele exclusivamente homossexual.

Segundo esse estudo de Kinsley publicado em 1948, cerca de 46% da população de homens está incluída dentro de algum espectro de bissexualidade, enquanto 37% da população masculina total tem pelo menos alguma experiência homossexual aberta até o orgasmo desde o início da adolescência.

Curiosamente, Kinsley não gostava de utilizar o termo bissexual para descrever indivíduos que se envolvem em atividades sexuais com homens e mulheres: “Até que seja demonstrado que o gosto em uma relação sexual depende do indivíduo que contém em sua anatomia estruturas masculinas e femininas, ou estruturas fisiológicas masculinas e femininas, é lamentável chamar esses indivíduos de bissexuais”.

Estudiosos mais recentes contestam as conclusões de Kinsley, dizendo que ele superestimou a porcentagem de pessoas que sentem atração ou tenham consumado uma relação com alguém do mesmo sexo.

This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".