GAY BLOG BR by SCRUFF

A morte do ator Luiz Carlos de Araújo (42) foi um acidente provocado por asfixia aliada a uma combinação de drogas como antidepressivos, álcool e cocaína, segundo a conclusão do laudo do Instituto Médico Legal (IML) divulgado no dia 2 de setembro. As informações são do G1.

O exame necroscópico aponta que o ator usou um saco plástico numa tentativa de se livrar dos sintomas de ansiedade, utilizando uma técnica conhecida como re-respiração, que consiste em colocar um saco de papel na boca e assoprá-lo. O saco plástico utilizado sobre a cabeça aumentou o teor de dióxido de carbono e reduziu o oxigênio, sendo a razão pela qual ele veio a óbito.

IML conclui inquérito sobre a morte do ator Luiz Carlos Araújo
Reprodução

“Tal prática [de assoprar o saco] pode ter como complicação a asfixia por confinamento”, segundo nota divulgada pela 1ª Delegacia Seccional Centro, que investiga a morte de Luiz Carlos, sobre o laudo do IML.

As drogas aliada a técnica de “re-respiração” fez com que o ator perdesse a consciência e ele acabou morrendo.

“Asfixia acidental, causada pelo rebaixamento do nível de consciência. Associada ao confinamento dentro do saco plástico. Usou também cocaína, antidepressivos e álcool”, disse o delegado seccional Centro, Roberto Monteiro, ao G1.

Apesar da conclusão do laudo do IML, o inquérito da polícia ainda não foi encerrado. Isso porque ainda falta receber o exame do Instituto de Criminalística (IC) sobre o local onde o corpo foi encontrado no apartamento. Também faltam ouvir os depoimentos de outras pessoas, como vizinhos de Luiz Carlos.

Em casos de morte acidental, o Ministério Público (MP) pode pedir o arquivamento do caso à Justiça, já que não há culpados pela morte.

Abertamente gay, Luiz Carlos ficou famoso ao dar vida ao personagem Valter na novela “Carinha de Anjo” (2016), do SBT, e por ter estrelado musicais como “Lisbela e o Prisioneiro”, “O Primo Basílio” e “Garota Glamour”.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"