GAY BLOG BR by SCRUFF

O jogador de futebol Elyeser, atualmente no Santa Cruz, revelou, em entrevista ao podcast Nos Armários dos Vestiários, que um vídeo, gravado em 2017, quase lhe custou a carreira no esporte. Na filmagem, ele aparece de forma descontraída cantando Marilia Mendonça em registro compartilhado por ele mesmo no grupo de jogadores do Goiás, clube em que atuava na ocasião. Após as imagens, começaram a suspeitar que ele era gay.

Fiquei oito meses sem jogar por causa disso. Cheguei a pensar em jogar de graça, que iria parar de jogar. Toda vez que meu nome aparece em uma negociação alguém lembra desse vídeo. E aí solta um: ‘Ah, não vamos trazer o Elyeser porque vai chegar a um determinado momento de clássico os torcedores rivais, se ganharem da gente, vão pegar esse vídeo’… Eu cheguei a escutar isso de presidente, de diretor. Então não era pelo lado técnico, era esse o empecilho”, comentou Elyeser.

Elyeser (Foto: Rafael Melo)

No podcast, o jogador, que se declara heterossexual, deu detalhes da dificuldade de jogar futebol devido aos vídeos que circularam na internet, o que demonstra a homofobia presente no mundo da bola. Em 2021, Elyeser havia sido anunciado como jogador pelo Paysandu, no entanto, com a circulação dos vídeos, o volante foi afastado da equipe, passou a treinar separadamente do grupo e, logo depois, teve o contrato rescindido.

Por causa de um vídeo. E não vem ao caso se é uma brincadeira, se não é uma brincadeira. O fato é que, pelo vídeo que ele fez, praticamente todas as portas se fecharam no futebol. Eles (os dirigentes) não queriam analisar o jogador Elyeser. Isso foi o que mais me chocou. Eles não analisavam, não viam os números dele. Diziam apenas que não contratariam homossexual”, disse Diogo Pinheiro, empresário do jogador.

Quando Diogo começou a representar Elyeser, em dezembro de 2021, o jogador já estava sem clube há cerca de sete meses. De acordo com o empresário e o atleta, mais de 50 times de futebol foram procurados: a maior parte se negou a contratá-lo por causa dos vídeos. Somente em janeiro deste ano, o agente conseguiu que o volante fosse contratado pelo Santa Cruz, clube que disputa a Série D do Brasileirão

O Leston Júnior [ex-treinador do Santa Cruz] bateu no peito e não deixou isso acontecer. Essa história do vídeo prejudicou muito. As pessoas julgam por um vídeo, não pelo o que eu apresento em campo? Eu acho que é aí que está o erro. Acho que é aí o grande problema. Tem gente que me liga e fala: ‘Elyeser, o que você está fazendo na Série D? O que aconteceu?’. Tem gente que não sabe.”, revelou Elyeser.

Elyeser (Foto: Marlon Costa)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)