GAY BLOG BR by SCRUFF

A mãe de uma das vítimas do serial killer de Curitiba, Rosilene Bozzana (49), mandou uma mensagem de voz via WhatsApp para o celular do assassino enquanto sepultava o filho no Cemitério Jardins das Palmeiras, em Campo Grande, na esperança de que o assassino escutasse: “Você pode abrir um buraco na terra e enfiar a cabeça dentro, mas vamos achar você. E você vai ter toda a dor que fez meu filho passar”. As informações são da Folha de São Paulo.

Os dois pontos do aplicativo ficaram azuis, indicando que alguém viu a mensagem, mas ainda não se sabe se do outro lado quem estava era o José Tiago Correia Soroka (33), que matou o estudante de medicina Marcos Vinício Bozzana (25) e pegou, além do celular, um notebook, uma mochila, uma caixinha de som e um PlayStation 3.

Antes da morte de Marcos Vinício, a mãe dele disse que planejava sair de Campo Grande e morar com o filho em Curitiba. Segundo a própria Rosilene, ela sentia uma dor no peito uma semana antes do assassinato, como se ela sentisse que algo de ruim estava para acontecer. “A gente sempre sente né”, ela lembra.

“Só digo para as mães, amem seus filhos do jeito que são. Olhe o que aconteceu com o meu. Então, nunca deixem de amar, porque o que Deus quer é amor, e amor não se escolhe.” – disse, em referência as mães que têm dificuldades em aceitar seus filhos LGBTQIA+.

Mãe de vítima do serial killer mandou mensagem ao assassino durante enterro: "Você vai ter toda a dor que causou"
Reprodução

O serial killer foi preso na manhã do dia 29 de maio em uma pensão localizada no bairro Capão Raso, em Curitiba. A informação sobre o paradeiro dele chegou a Polícia do Paraná na noite do dia anterior.

“Ele foi preso por policiais da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa) por volta das 7h da manhã e está sendo encaminhado para a delegacia, onde ele vai ser interrogado sobre os fatos. E logo após, o delegado Thiago [Nóbrega] vai dar uma coletiva para passar mais detalhes sobre essa prisão e sobre o interrogatório do suspeito”, disse a delegada. Até o momento, não havia informação sobre o advogado do suspeito.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"