GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

Em entrevista à revista francesa TÊTU, o secretário de Estado dos Assuntos Europeus da França Clément Beaune falou sobre a sua orientação sexual. Agora abertamente gay, ele fala de uma “responsabilidade adicional” de lutar contra a homofobia estatal na Polônia e na Hungria. Mas recusa que sua luta se resuma na orientação sexual.

“As surras, a violência, a rejeição, existe em 2020. Dizer hoje a minha orientação sexual, não é indecência nem encenação da intimidade”, declarou o ministro ao ocasião dos 25 anos da TÊTU. Em apenas três meses no ministério, Clément Beaune deixou sua marca dentro do governo. “Como Secretário de Estado para Assuntos Europeus, tenho uma responsabilidade adicional. Tenho que lutar para espalhar a tolerância“, disse ele.

Reprodução

Mal nomeado, Clément Beaune denunciou na France Inter as zonas “livres de LGBT” na Polônia, após meses de silêncio de Jean-Yves Le Drian, ministro das Relações Exteriores. Ele anunciou a intenção de ir a uma dessas áreas no início de 2021. “Vou apoiar uma das associações que defendem o direito ao aborto”, acrescenta.

“Venho de uma família em que as pessoas foram deportadas porque eram judias, há apenas duas gerações. Isso ressoa em mim. No entanto, não gostaria que me dissessem que estou lutando contra as zonas. ‘Livre de LGBT’ porque sou gay. Seria um insulto dizer que estou lutando essa luta por mim mesmo “, disse ele.

70% dos poloneses LGBT + têm pensamentos suicidas

Na Polônia e na Hungria, a situação das pessoas LGBT + é mais difícil a cada dia. Os governos no poder implementaram uma política abertamente LGBTfóbica. Ativistas LGBT + apelam às instituições europeias para protegê-los. Margot, uma ativista não binária que se tornou um símbolo na Polônia, anunciou que “nossa pesquisa mostra que 70% dos poloneses LGBT + têm pensamentos suicidas” antes de se dirigir a um SOS.

“Quando aderimos à União, assinamos os tratados e demos o nosso acordo ao respeito pelos direitos humanos, igualdade, liberdade, Estado de direito. Estes valores não são respeitados pela Polónia hoje Uma das respostas deve ser financeira: é uma das ferramentas mais eficazes “, disse à TÊTU o MEP assumidamente gay, Robert Biedrón.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.