GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

A assessoria de comunicação da coordenadoria de IST/AIDS da cidade de São Paulo comunica que 10.012 pessoas já iniciaram o uso da Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) ao HIV nas unidades da capital. A informação vem dos dados de acompanhamento da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo.

“A PrEP é uma importante tecnologia de prevenção ao HIV e que amplia as formas que as pessoas têm de se proteger do vírus, permitindo maior liberdade de escolha”, diz Cristina Abbate, coordenadora da Coordenadoria de IST/Aids da SMS. “A PrEP faz parte do que chamamos de Prevenção Combinada ao HIV, junto com a camisinha, estimulo à testagem frequente e início precoce do tratamento, entre outras. O uso dessas estratégias tem tido resultado, com aponta a redução de novos casos registrados na cidade nos últimos três anos”, complementa.

A prioridade para a PrEP são os grupos com maior vulnerabilidade ao HIV, como gays e homens que fazem sexo com outros homens (HSH), profissionais do sexo, homens e mulheres transexuais, travestis e casais sorodiferentes (quando um dos dois vive com HIV).

De acordo com o levantamento da Secretaria, 10.012 pessoas se cadastraram nos serviços municipais e iniciaram o uso da profilaxia. Dessa forma, a cidade de São Paulo representa um terço de todas as PrEPs iniciadas no país.

São Paulo já tem mais de 10 mil pessoas cadastradas para o PrEP
Reprodução

A SMS iniciou a oferta na cidade de São Paulo em 18 de janeiro de 2018 em cinco serviços. Atualmente, 43 unidades municipais oferecem essa forma de prevenção. Além dos 26 serviços da Rede Municipal Especializada em IST/Aids da cidade de São Paulo, a PrEP também está disponível em 17 unidades da Rede Básica de Saúde que oferecem hormonização para pessoas trans e travestis.

“A experiência com as unidades de hormonização começou em outubro do ano passado, com objetivo de ampliar e facilitar a oferta para essa população num serviço em que ela já frequenta”, explica Cristina. Segunda a coordenadora, a meta é que até abril toda unidade municipal que ofereça hormonização esteja disponibilizando a PrEP. Atualmente são 28 unidades de saúde municipais que oferecem hormonização.

Os endereços para os serviços de PrEP podem ser conferidos no site oficial da prefeitura de São Paulo.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO

  1. […] A PrEP está disponível no SUS desde janeiro de 2018. Tem como público prioritário pessoas em situação de maior vulnerabilidade ao HIV, o que inclui alguns segmentos sociais, como gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), profissionais do sexo, homens e mulheres trans, travestis e casais sorodiferentes, quando um tem HIV e o outro não. […]