GAY BLOG BR by SCRUFF

O ator e ex-modelo Victor Fasano (63), concedeu uma entrevista à colunista Patrícia Kogut, de O GLOBO, e disse que a autora Glória Perez exigia que ele aparecesse de sunga branca em vários momentos da novela “O Clone”, que está sendo reprisada no Vale a Pena Ver de Novo, para ajudar na audiência.

“A Gloria assistia com o aparelho que media a audiência ligado. Ela ia arrumando a novela de acordo com esse aparelho. Ela falava que, quando aparecia de sunga branca, dava uma mexida nos números. Ela exigia a sunga branca, colocava isso no texto. Foi assim em ‘De corpo e alma’ e ‘O clone‘”, afirmou ele “O assédio sempre foi voraz. Na época do Juca de ‘De corpo e alma’ (que trabalhava como stripper), por exemplo, era insuportável a histeria. Agora, não tanto quanto antes, claro. Mas dura até hoje. Recebo mensagens absurdas, apesar de ser um senhor de 63 anos. As pessoas não têm filtro, mandam o que querem.”, concluiu

Reprodução

Fasano também viralizou nas redes recentemente ao aparecer nu nos Lençóis Maranhenses. Segundo ele, o objetivo era ser artístico e ele não imaginava que daria tanta repercussão.

“Nunca tive problema (com a nudez). Eu fiz o vídeo de uma pessoa que tira a roupa num lugar lindo e se joga na água. Não imaginei a repercussão. Lógico que a imprensa fez o close da bunda e virou um vídeo da bunda. Mas não era o mote principal.”, disse

O ator também comentou sobre sua decisão em parar de atuar. “Eu estava tendo pânico. Entrava no estúdio e sofria a todo momento, suava pra burro. Na hora do “gravando”, não acontecia nada, o trabalho saía. Meu sofrimento era antes, me arrumando e saindo de casa para gravar. Era muito doloroso. Eu tenho saudade de contracenar. Isso é prazer inenarrável. Mas não gosto de tudo ao redor: da espera, dos nove, dez meses intensos, durante os quais você não consegue ter uma vida normal. É muito intenso. Enquanto eu estava me divertindo, tudo bem. Quando deixei de me divertir, foi um fardo – diz ele, que hoje tem uma empresa de meio ambiente. – Restauramos a flora para fazer reintrodução de fauna. Criamos espécies ameaçadas em situação controlada para fazer essa reintrodução. Numa área sem tanto desequilíbrio, fazemos apenas o acompanhamento das espécies reintroduzidas.”




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"