GAY BLOG BR by SCRUFF

Após uma longa espera de seis anos, Rihanna voltará aos palcos em 2023. Neste domingo (25), através da publicação de uma foto no Instagram, a artista confirmou que será a próxima atração principal do show do intervalo do Super Bowl, a grande final da liga de futebol americano dos Estados Unidos, a NFL.

Rihanna (Foto: Getty Images)

O show, que ocorre no intervalo da liga de futebol americano dos Estados Unidos, a NFL, será no dia 12 de fevereiro de 2023, no State Farm Stadium em Glendale, Arizona. Tradicionalmente, as performances são realizadas por grandes artistas da música.

Além de Rihanna, a gravadora Roc Nation e a NFL publicaram uma mesma foto, de um braço – que parece ser o da artista – segurando uma bola de futebol americano. A confirmação oficial coube à Apple Music, nova patrocinadora principal do show do intervalo.

Recentemente, a cantora fez duas visitas a um estúdio musical, o que deixou os fãs animados e esperançosos por um possível volta da artista. O último álbum de Rihanna, “Anti, foi lançado no início de 2016, e desde então os fãs aguardam um novo trabalho musical. No último dia 13 de maio, ela deu a luz a seu primeiro filho.

No Twitter, após o anuncio de Rihanna no Super Bowl, internautas se animaram com a possibilidade de um novo álbum também. “Rihanna no Superbowl. Álbum novo. Nova Era. O mundo vai volta ao eixo“, escreveu um usuário. “Rihanna vai fazer o comeback dela no Super Bowl: eu sou a pessoa mais feliz do mundo“, disse outro. 




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)