Popular aplicativo de pegação direcionado ao público gay, o Hornet está recomendando que as pessoas façam suas interações apenas no ambiente online até que a situação com o coronavírus fique sob controle.

Espera-se um aumento considerável no tráfego de usuários graças ao isolamento social que as autoridades estão recomendando pelo mundo. A nota emitida pelo aplicativo lembra que, desde o início do contágio, foram mais de 130 mil pessoas contaminadas e cerca de 5.000 mortes.

Hornet recomenda que usuários não usem o app para marcar real em tempos de coronavírus
Cena do longa-metragem “Call Me By Your Name”

“Compartilhamos uma variedade de artigos de notícias nos últimos dias dentro do aplicativo, além de enviar mensagens específicas aos usuários” – disse Sean Howell, co-fundador do Hornet, em um e-mail a Reuters.

Um outro aplicativo com uma função semelhante, o Scruff, também começou a compartilhar dicas aos usuários de como se proteger da doença. O mesmo vale para o Grindr, sendo que o porta-voz disse:

“Nós publicamos as diretrizes da OMS no aplicativo Grindr para ajudar os usuários a tomarem as melhores decisões e estarem informados sobre os cuidados no momento de interagir com as pessoas”.

O Tinder também se posicionou, dizendo que é importante que a população se proteja do coronavírus, sendo algo mais importante do que conhecer novas pessoas, pelo menos por enquanto.

Baladas de SP e RJ estão suspendendo as atividades por coronavírus

CANCELAMENTOS NO BRASIL

No Brasil, diversas baladas focadas no público LGBT+ estão cancelando suas atividades. Bubu, Tic Tac FestivalBlue Space (em São Paulo), Galeria Café Mad Party no Flórida (no Rio de Janeiro) comunicaram cada  que estão suspendendo suas atividades. Todas dizem que estão seguindo as recomendações das autoridades visando proteger a saúde do público e ajudar no combate ao Covid-19 (coronavírus). Destes, apenas o Tic Tac Festival deu uma nova data para seu evento: 16 e 17 de maio. Aqueles que compraram os ingressos antecipado em alguma das casas / festas citadas (caso aplicável) poderão pedir estorno ou utilizar os ingressos nas novas datas.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".