GAY BLOG BR by SCRUFF

Lirous K’yo Fonseca Ávila, ou somente Lirous (PT), concorre a deputada federal em Santa Catarina. Travesti e bissexual, ela é assistente social, DJ e mora em Florianópolis (SC). A candidata trabalha há mais de 20 anos com acolhimento às vítimas de violências LGBTQIAPN+ e mulheres cis.

Entre suas propostas, ela destaca a “construção de casas lares para o acolhimento a comunidade LGBTQIAPN+; enfrentamento às violências dentro dos serviços públicos; ampliação da diversidade no campo tecnológico e a garantia da permanência da comunidade LGBTQIAPN+, indígena, negra e pessoas com deficiências dentro das escolas e universidades”.

“Chega um momento dessa trajetória que fica impossível chegarmos nos ideais que não seja mudando de fato o que está errado, e somente pessoas que trabalhem dentro desta perspectiva conseguirão ter a noção do trabalho que precisa ser desempenhado”, afirma Lirous, que conversou com o Gay Blog BR para o especial “Eleições 2022“.

Lirous, candidata a deputada federal pelo PT de SC (Foto: Reprodução/ Instagram)

Confira na íntegra a entrevista com Lirous

GAY BLOG BR: Qual a sua formação e trajetória profissional?

Lirous: Sou assistente social, DJ e produtora de testas e eventos.

GB: O que a motivou a se candidatar?

Lirous: Trabalho há mais de 20 anos com acolhimento às vítimas de violências LGBTQIAPN+ e mulheres cis, tanto violências como situações de vulnerabilidades sociais. Chega um momento dessa trajetória que fica impossível chegarmos nos ideais que não seja mudando de fato o que está errado, e somente pessoas que trabalhem dentro desta perspectiva conseguirão ter a noção do trabalho que precisa ser desempenhado.

GB: Quais os desafios enfrentados ao ser uma candidata abertamente LGBTQ+?

Lirous: Preconceitos, deslegitimação de qualquer tipo de saber que não seja voltado a nossa comunidade, como se minha formação, experiências de nada valessem por eu ser uma candigata (risos) LGBTQIAPN+.

GB: Quais são as suas principais propostas? Há pautas exclusivamente para LGBTQ+?

Lirous: Segurança alimentar para todas as pessoas, acesso à saúde de forma integral respeitando as especificidades de cada corpo e necessidade, construção de casas lares para o acolhimento a comunidade LGBTQIAPN+, enfrentamento às violências dentro dos serviços públicos, ampliação da diversidade no campo tecnológico e a garantia da permanência da comunidade LGBTQIAPN+, indígena, negra e pessoas com deficiências dentro das escolas e universidades para que todas tenham sua própria autonomia.

GB: Quais medidas você acredita serem necessárias para combater a LGBTfobia?

Lirous: Informações nos espaços públicos, formação continuada e expressiva dos profissionais da Assistência Social, Saúde, Segurança Pública, dentre outras áreas que trabalhem com o acolhimento de pessoas nos seus serviços.

GB: O que você pensa sobre o uso e políticas da PrEP?

Lirous: Acredito que o direito deveria ser estendido a qualquer pessoa que quisesse fazer o uso da medicação, indiferente da orientação sexual, identidade de gênero ou profissão.

GB: Como você avalia o governo de Bolsonaro?

Lirous: Que governo?! O que vemos é um lamentável fiasco sustentado por um surto coletivo de pessoas que desconhecem política ou temem perder o direito de violentar outras pessoas.

GB: Por que as pessoas devem votar em você?

Lirous: Por eu ter um trabalho consolidado, que qualquer busca na internet comprova, somente em colocar o meu nome. São mais de 20 anos de experiências trabalhando com políticas públicas, colhendo histórias verdadeiras de trabalhos que fizeram a diferença na vida das pessoas, de todas as pessoas e não somente da comunidade LGBTQIAPN+. A grande diferença, e o que devemos aprender é que não basta ser da comunidade ou somente boa vontade, você tem que ter experiência e saber como fazer. E mais que isso, estão alinhadas as pautas discutidas nos movimentos nacionais. Movimento social se faz com muita garra e trabalho, no chão, na rua, com ou sem dinheiro. O que eu sempre digo é, se eu sendo uma travesti, preta, periférica e sem dinheiro já consegui fazer tudo o que eu fiz, com dinheiro com certeza eu dominaria o mundo! O seu candidato deve ter trabalho anterior ao seu mandato, se ele não tiver, desconfie.

Confira a lista de candidaturas LGBTQIA+ de 2022 neste link.

Lista de candidatos LGBTQ+ nas eleições 2022 | Deputados, Senadores, Governadores




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)