GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

Ben Affleck conversou com o também ator e comediante Sacha Baron Cohen pelo programa Actor on Actor, da Variety.  A ideia é que ambos se entrevistem durante a conversa. Por conta da pandemia, o encontro foi virtual. Sacha teve seu grande divisor de águas na carreira em 2006, quando estrelou o filme Borat, onde representa um jornalista cazaque nos Estados Unidos. Já Ben Affleck, que é o atual rosto de Bruce Wayne, o Batman, nos filmes da DC, apareceu para Hollywood como ator e escritor, em parceria com Matt Damon, do filme Gênio Indomável.

O papo acabou se tornando “contraindicado para menores de 18 anos” quando Sacha perguntou a Affleck sobre sua premiada cena de nu frontal:

“Então, obviamente, você é duas vezes vencedor do Oscar, vencedor de vários Globos de Ouro, foi indicado para a categoria de melhor representação de nudez, sexualidade ou sedução pela Alliance of Women Film Journalists no filme Gone Girl. O que isso significa para você?”

A resposta de Affleck foi rápida:

“Uau. Todo mundo sonha com isso.” Cohen rebateu: “Você ficou bravo quando não venceu?”

Affleck deu seguimento ao assunto de forma bem humorada: “Você ficou com raiva? Quero dizer, você faz tanto nu frontal, você tem estado tão nu, e ainda assim não foi lembrado.”

“Sim, a Alliance of Women Film Journalists nunca viu o que eu vejo no espelho”, disse o protagonista de Borat e O Ditador.

Foi quando o Affleck trouxe à conversa o supostamente enorme pênis de Sacha: “Eu percebi no passado, quando você tentava esconder seu pênis, ele tinha 35 centímetros. Agora, o quão perto da verdade estava isso realmente?”

Cohen preferiu não levar o assunto adiante: “Acho que estamos divagando. Fale-me sobre o seu Batman!”

A entrevista teve cerca de 35 minutos de duração e passeou por diversos momentos da carreira dos dois atores, as dificuldades que a pandemia do novo coronavírus trouxe para a indústria do entretenimento e sobre os desafios da criação após longos anos no centro das atenções.

This article is also available in: English Español

Catarinense, 25 anos e professor de Literatura e Língua Inglesa. Homem gay, apaixonado por música e que respira futebol e cultura latino-americana.