Conheça o fundador do Telegram, Pavel Durov

Desde que se exilou da Rússia, vem postando fotos em resorts luxuosos na Indonésia, em mares de Bali, prédios em Paris, Roma, Florença e Veneza com mensagens provocativas a Putin

Pavel Valeryevich Durov não é tão popular quando a figura de Mark Zuckerberg, mas exceto o vazamento de dados, possui um perfil bastante semelhante. Conhecido por fundar a rede social VK e o Telegram, o programador é exilado da Rússia por conta própria e, por acumular inúmeras disputas com o governo russo, costuma mudar de residência constantemente.

Comparação Mark Zuckerberg e Durov feito pela revista Forbes
Comparação Mark Zuckerberg e Durov feito pela revista Forbes

Polêmico, disse em entrevista ao Financial Times que Edward Snowden é seu maior ídolo. Pavel, inclusive, ofereceu publicamente uma vaga de emprego para o ex-funcionário da americana NSA, que preferiu recusar a oferta.

A primeira companhia de Durov foi a VKontakte, maior rede social na Rússia, criada ao lado de seu irmão Nikolai, em 2006. Depois que se recusou a fornecer dados de usuários ucranianos da rede para a Rússia e se negou a fechar páginas de oposição a Vladimir Putin, Durov começou a ser perseguido pelo governo russo. Durov deixou a diretoria da VK em abril de 2014 – juntamente com o país.

O Telegram foi criado durante a sua gestão na VK. A ideia para o serviço de mensagens  com uma criptografia efetivamente segura surgiu em 2011, depois que uma ofensiva da SWAT invadiu sua casa em São Petesburgo, na Rússia.

Se isso é estar na pior, p*rra…

Desde que se exilou da Rússia, vem postando fotos em resorts luxuosos na Indonésia, em mares de Bali, prédios em Paris, Roma, Florença e Veneza. A última foto foi essa em Dubai:

Pavel Durov © durov / Instagram
Pavel Durov © durov / Instagram

Na legenda: “Meu filme favorito é ‘300’. A história de 300 espartanos lutando para proteger a liberdade de seus compatriotas inspirará as pessoas daqui a milhares de anos”. Para assegurar a provocação, Pavel inclui a hashtag #PutinShirtlessChallenge, aludindo a uma fotografia do presidente Vladimir Putin sem camisa em uma viagem na Sibéria, que se tornou popular com memes da internet.

Em novembro de 2017 há havia postado outra com #PutinShirtlessChallenge – afirmando que está “sem Photoshop”:

“A flashback from Bali to remind you guys about #PutinShirtlessChallenge I launched in August (remember: no photoshop, no pumping) and also a cunning attempt to distract the public while Apple is taking their time to review the newest Telegram update I promised last week. Hopefully Apple likes the update (and this picture) and Telegram 4.5 can go live tomorrow”

Mais algumas:

Agosto de 2017
Junho 2017
Janeiro 2017

Para acompanhar o boy: https://www.instagram.com/durov/

Com infos de Forbes, Exame.