GAY BLOG BR by SCRUFF

Este artigo também está disponível em: English Español

O MixBrasil Play (mixbrasil.org.br/play), plataforma de streaming do Festival MixBrasil de Cultura da Diversidade, recebe sua primeira atualização de 2021 com nove novos títulos. Com acesso totalmente gratuito para o público, a plataforma já acumula mais de cem filmes entre curtas, médias e longas-metragens.

Com o catálogo formado com quase sua totalidade de obras já exibidas nas edições anteriores do Festival, o acervo também disponibiliza peças de teatro e vídeos criados para o famigerado Show do Gongo.

Por ordem alfabética, confira a sinopse dos novos títulos:

"Adoración, Adoración, Adoración" (2019)
“Adoración, Adoración, Adoración” (2019)

“Adoración, Adoración, Adoración” (2019), de Tarcisio Boquady Depois das eleições de 2018 no Brasil, a ameaça à vida das pessoas LGBTQI+ se intensificou. Esse filme é um manifesto sobre amor, força criativa, respeito e liberdade de ser e existir. Exibido na mostra Corpos Ardentes no 27º Festival MixBrasil. 

"Casulo" (2018)
“Casulo” (2018)

“Casulo” (2018), de Rafael AguiarMário e seu pai vivem isolados num pequeno sítio no interior de Minas Gerais. Presente na Mostra Competitiva do 27º Festival MixBrasil.

"Dublê" (2020)
“Dublê” (2020)

“Dublê” (2020), de Fernanda Reis – Um casal recém-separado decide contratar dublês através de um aplicativo para resolver os termos do seu divórcio. Exibido na mostra Garotas no Front no 27º Festival MixBrasil.

“Etruska Waters em: O Tombamento da Republiqueta” (2018)

“Etruska Waters em: O Tombamento da Republiqueta” (2018), de Thiago Bezerra Benites – Abandonada por sua mãe e raptada logo em seguida, a protagonista-drag queen Etruska Waters retorna depois de anos para se vingar. Permeada de ironia e sarcasmo, a história épica e marginal é narrada ao estilo radiofônico, no formato de falso trailer. Exibido na mostra Dystopia Brazil no 27º Festival MixBrasil.

"Marie" (2019)
“Marie” (2019)

“Marie” (2019), de Leo Tabosa – Marie e Estevão ainda sonham com o mar. Coelho de Prata de Melhor interpretação para Wallie Ruy e Menção Honrosa para Divina Valeria.

“Marielle e Monica” (2018)

“Marielle e Monica” (2018), de Fábio Erdos Uma história pessoal de perda, com foco nos desafios que estão à frente dos direitos LGBTQI+ e da política progressista no Brasil. Exibido na mostra “Ouça Minha Voz” no 27º Festival MixBrasil.

"O Procedimento" (2019),
“O Procedimento” (2019),

“O Procedimento” (2019), de Ed Andrade, Larissa Bertolini Norman, um hétero normativo, cria coragem para conhecer uma clínica pós-estética comandada pelo coletivo Azagatcha. O procedimento ao qual vai se submeter pode mudar sua vida. Exibido na mostra “Dystopia Brazil” no 27º Festival MixBrasil.

"Os Últimos Românticos" (2020)
“Os Últimos Românticos” (2020)

“Os Últimos Românticos” (2020), de João Cândido Zacharias – Dois rapazes compartilham diferentes pontos de vista sobre o mesmo encontro sexual em um local público. Exibido na mostra Young Love no 27º Festival MixBrasil.

"Pele Digital" (2018
“Pele Digital” (2018

“Pele Digital” (2018), de Marcelo D’Avilla, Marcelo Denny Paisagens visuais originadas a partir de um processo criativo envolvendo performers interessados em videoarte e body art que explora suas verdades, traumas, anseios e particularidades a partir de suas vivências para responder a provocação: o que atravessa sua pele? Exibido na mostra “Corpos Ardentes” no 27º Festival MixBrasil.

Para acessar a plataforma: mixbrasil.org.br/play




Este artigo também está disponível em: English Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.