GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: Español

No último dia 9 de abril, estreou no catálogo do Telecine e do Globoplay o curta-metragem “Depois Daquela Festa”. Além de estrelar o filme, Lucas Drummond é roteirista, ao lado de Mel Carvalho, e produtor da premiada história.

Cena do curta “Depois Daquela Festa” (Foto: Reprodução)

“Depois Daquela Festa” conta a história de Léo (Lucas Drummond), que descobre que o pai (Charles Fricks) é gay após vê-lo beijando outro homem em uma festa. A partir daí, junto com sua melhor amiga Carol (Mel Carvalho), ele precisa encontrar a melhor maneira de contar para o pai o que viu.

É um filme para toda a família: leve, sensível e ao mesmo tempo extremamente engraçado. É, mais do que qualquer coisa, uma história sobre amor, respeito e união entre pai e filho. E eu perdi o meu pai pouco antes do filme estrear, o que dá ao projeto uma importância ainda maior na minha vida’”, conta Drummond.

Cena do curta “Depois Daquela Festa” (Foto: Reprodução)

O curta-metragem viajou pelo mundo e participou de 62 festivais em 26 países . Em março de 2020, logo no início da pandemia, o filme foi convidado para integrar o FiveFilms4Freedom, a maior campanha online em favor dos direitos LGBTQ+ através do cinema, promovida anualmente pelo British Council e pelo British Film Institute. Este foi o segundo filme brasileiro da história a participar da campanha.

Além disso, foram nove prêmios conquistados até agora, incluindo o de “Melhor Ator” para Lucas, no Festival ComuniCurtas, na Paraíba. “Ver esse projeto estrear na televisão e no streaming é uma grande conquista. É a prova de que é possível fazer cinema independente, de qualidade e alcançar o grande público”, ressalta Drummond.

Lucas Drummond (Foto: Reprodução)

Novo curta-metragem

Ainda este mês, Drummond lança seu segundo curta: “Todos Os Prêmios Que Eu Nunca Te Dei”. O filme estreará no LGBT Film Festival Poland, em Varsóvia. O romance que conta a história de dois atores, interpretados por Lucas e Matheus Campos, que se encontram inesperadamente no banheiro de uma premiação de cinema, na qual disputam o prêmio de “Melhor Ator”. Os dois são ex-namorados, e essa é a primeira vez que se encontram.

Esse projeto teve uma particularidade: o filme inteiro se passa em uma única locação, o banheiro, e não tem um salto temporal, é uma grande cena contínua. Manter essa continuidade, principalmente de emoções, foi muito desafiador para mim”, comenta Drummond.

Eu sou um entusiasta do cinema e da televisão, mas também tenho uma paixão enorme pelo teatro, que é de onde eu vim. Por isso sempre busquei essa versatilidade tanto na minha formação quanto nos meus trabalhos. Poder transitar entre vários meios é um grande privilégio e pra isso é preciso ser um artista completo”, finaliza o artista.

Lucas Drummond e Matheus Campos em cena de “Todos Os Prêmios Que Eu Nunca Te Dei” (Foto: Divulgação)



This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)