This article is also available in: Español

GAY BLOG BR by SCRUFF

O cantor e compositor Chico Flores divulga seu mais novo single “Madame Satã“, em homenagem a drag queen (na época, transformista) nascida em Pernambuco e que migrou para o Rio de Janeiro na década de 1920.

Além de drag, Madame Satã (nome artístico de João Francisco dos Santos) era negro e gay, sendo pioneiro no ativismo nessas pautas que temos até hoje, além de ter uma história de vida sofrida por vir do interior do nordeste.

Já o single integra o novo álbum de Chico, “Tupi Negro“, que será lançado oficialmente no próximo dia 1 de outubro em todas as plataformas digitais de música, incluindo o Spotify.

BIOGRAFIA

Nascido Emanuel Francisco Pereira da Silva, em Nova Floresta na Paraíba, foi criado até os 15 anos em Jaçanã, no Rio Grande do Norte. Dos 15 aos 26 viveu em João Pessoa, mas foi ao chegar na capital baiana há 17 anos atrás, que adotou o nome artístico Chico Flores e decidiu fincar morada. Psicólogo de formação e professor universitário, Chico sempre teve afinidade com música e poesia, desde a infância.

O pai era colecionador de discos e boêmio, dessa forma, cresceu ouvindo “Novos Baianos”, “Nelson Gonçalves”, “Orlando Silva” e “Inezita Barroso”. Na escola participou de uma banda, tocando tarol, um instrumento de percussão. Chico também tinha muito interesse e bebeu de fontes como o cinema novo de Glauber Rocha, o movimento da Tropicália e os chamados MALDITOS DA MPB – Sérgio Sampaio, Jards Macalé e Itamar Assumpção.

Chico Flores lança single inspirado em Madame Satã: drag, negro e gay de 1920; ouça
Divulgação

Em 2001 escreveu e publicou seu primeiro livro de poesias pela editora da Universidade Federal da Paraíba, no mesmo ano em que concluía a graduação em psicologia. Em 2004, ao se mudar para Salvador, que Chico chama de “Babilônia latino-americana”, já pensava em investir no seu lado artístico por acreditar que a capital tem um grande cenário pulsante de liberdade cultural.

Há 4 anos começou a inserir melodia nos seus poemas e desde então tem se dedicado à música, em paralelo ao seu trabalho como psicólogo, psicoterapeuta e professor. Em 2018 lançou seu primeiro álbum com 12 faixas, intitulado, “Chico Flores – Pirata da Primavera“.

Foto: Jheylane Arruda

SERVIÇO

This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".