GAY BLOG BR by SCRUFF

A atriz Maitê Proença (64) e a cantora Adriana Calcanhotto (56) terminaram o relacionamento no fim de junho, mas as informações só chegaram a imprensa neste dia 8 de agosto. Segundo o portal SalaDeTV, o término se deu pela exposição do casal nas redes sociais, em especial quando Maitê disse á revista JP que gostaria que Calcanhotto “fosse homem”, o que teria ofendido a cantora.

“Eu queria que ela [Adriana] fosse homem. Apesar de preferir homens, estou com uma mulher porque gosto dela. Se ela fosse homem seria mais fácil para mim. Mas por gostar dela, topo essa experiência”, disse Maitê na ocasião, o que acabou repercutindo negativamente nas redes sociais, com muitos a acusando de ser lesbofóbica.

As duas não se pronunciaram sobre o assunto até o momento. Nas redes sociais, o fim da relação também não foi mencionado.

Adriana Calcanhotto termina namoro após Maitê Proença dizer que desejaria outro gênero para a cantora, diz site
Reprodução

O namoro das duas foi revelado oficialmente durante uma entrevista de Maitê Proença à veja. “Agora é bem mais legal, sim. Antigamente, eu estava lá investigando, experimentando um pouco aqui e ali. Precisei fazer muitas experiências para chegar a um lugar mais livre e relaxado” – disse a atriz – “Depois de uma determinada fase da vida, você tem de ficar com pessoas com quem consiga conversar, para não ter de traduzir para o outro tudo o que percebe do mundo”, completou.

Ainda na mesma entrevista, a atriz diz que sofreu preconceito por conta do namoro, considerando que ela já estava publicando imagens com Adriana Calcanhotto desde o ano passado, mas até então não negava e nem confirmava. “Acho que neste momento as pessoas estão mais comedidas com relação ao preconceito, elas têm medo das consequências. Ainda assim, recebi mensagens nas redes do tipo ‘você me decepcionou ou isso é pecado. Ora, com homem não é pecado, mulher é?’”, disse.

Vale dizer que Adriana Calcanhotto foi casada durante 26 anos com a cineasta Suzana de Moraes, filha de Vinícius de Moraes, falecida em 2015 por um câncer.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"