Uma conta do Instagram resolveu fazer uma homenagem às vítimas da AIDS, criando um perfil contendo a foto e também um breve histórico sobre a vítima. Criado em 2016 pelo escocês Stuart, a página logo se tornou em uma espécie de mural virtual onde as pessoas postam fotos daqueles que já partiram vítimas da doença.

GAY BLOG BR by SCRUFF
Conta do Instagram "The AIDS Memorial" homenageia anônimos vitimados da doença
Reprodução
Conta do Instagram "The AIDS Memorial" homenageia anônimos vitimados da doença
Reprodução

The AIDS Memorial é um espaço comunitário em que amigos e familiares além de postarem fotografias, também fazem um relato sobre aqueles que não estão mais entre nós. São histórias envolvendo amor e amizade, recordações daqueles que viveram a vida intensamente, principalmente numa época em que o amor e o sexo eram mais livres antes da “pandemia” da AIDS surgir no início dos anos oitenta.

Conta do Instagram "The AIDS Memorial" homenageia anônimos vitimados da doença
Reprodução

Para alguns internautas, a página do Instagram pode soar como sendo algo triste, afinal todos ali já morreram pelo mesmo motivo, mas as pessoas que decidiram homenagear seus entes queridos, tentaram dar ênfase somente aos momentos de alegria na companhia deles.

Conta do Instagram "The AIDS Memorial" homenageia anônimos vitimados da doença
Reprodução

A maioria das fotos soam como sendo dos anos 70 e 80, pela qualidade fotográfica e mesmo o figurino dos homenageados, há mulheres também, mas a grande maioria são homens, de todas as raças, idades e tipo físico. É uma forma também de aprender a lidar com a dor da saudade.

Conta do Instagram "The AIDS Memorial" homenageia anônimos vitimados da doença
Reprodução

Alguns depoimentos são realmente tocantes, um deles, o filho(a) mostra uma foto do pai, nascido em 1954 e que descobriu ser HIV+ em 1996, sem saber como lidar com a revelação, optou pelo suicídio. Provavelmente através desse tocante relato ele (a) quis dizer que o pai não estaria sozinho nessa batalha e que poderia contar com ele.

Conta do Instagram "The AIDS Memorial" homenageia anônimos vitimados da doença
Reprodução

A página do Instagram não mostra rostos conhecidos, isto é, de pessoas famosas, são anônimos que viveram intensamente a vida numa época em que não havia rótulos sobre ser gay, bissexual ou hétero, eram apenas pessoas que gostavam de meninos e meninas (ou apenas meninos), sem se importar com algum termo que designa-se uma orientação sexual; também era um período onde não se fazia muito o uso do preservativo, até porque as ISTs da época eram tratáveis, apenas no início dos anos 80 com o aparecimento de uma misteriosa doença nos Estados Unidos que varreu uma geração principalmente da comunidade LGBTQ+, é que foi necessário rever a liberdade que se tinha na década anterior; um sinal de novos tempos nada otimista.

Reprodução

Antes de citar qualquer crítica, vale lembrar que cada geração vivenciou fases diferentes no que diz respeito a AIDS, aqueles que nasceram nos anos 1980 são de uma outra geração – da camisinha, os que nasceram nos anos 90 presenciaram o surgimento do coquetel (pós AZT) que deu esperança e expectativa de vida aos portadores de HIV, e os nascidos a partir de 2000 viram o “modismo” da PrEP. Entretanto, cabe lembrar que os protagonistas da popular página do Instagram nasceram antes dos anos 70, e que eram apenas jovens querendo curtir a liberdade que se tinha na época da geração “paz e amor”.

Reprodução

A página que homenageia aqueles que nunca devem ser esquecidos, também está disponível no Facebook e Twitter. Para conhecer melhor como era a vida gay nos anos 70 nos Estados Unidos, assista ao documentário Gay Sex in 70s. Outro doc interessante é We Were Here , este focado no surgimento da AIDS e impacto na comunidade LGBT nos USA.

HIV e AIDS são coisas diferentes

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.