O DJ Rennan da Penha divulgou, no último dia 6 de abril, um pequeno trecho de um remix com a cantora Pabllo Vittar da música “Rajadão”. A faixa ainda está sendo trabalhada e fará parte do álbum “111”.

A música tinha gerado expectativas no último dia 5, quando Rennan da Penha tinha divulgado, também no Twitter, que fez um remix em 160 BPM de uma música da Pabllo. Logo depois, o famoso produtor Rodrigo Gorky também fez um convite para ambos trabalharem.

Pabllo Vittar e Thalia lançarão single Tímida na próxima sexta

PABLLO VITTAR PROCESSA SERASA

Publicamos recentemente a notícia de que, no dia 6 de agosto de 2019, o Serasa fez um post no Instagram ironizando o boato de uma dívida de Pabllo Vittar com a cantora Anitta“Devendo 70 mil dólares para uma cantora?”, dizia a ilustração, acompanhada da legenda: “Usou o cartão da amiga para pedir um jatinho e não conseguiu pagar? A solução está aqui: Serasa Limpa Nome”.

Na época, circulava nas redes um áudio de Anitta dizendo que teria desembolsado sozinha a quantia de US$ 70 mil com custos operacionais do clipe “Sua Cara”, filmado em Marrocos com Vittar e Major Lazer. Pabllo teria exigido um jatinho para transportar profissionais envolvidos no clipe.

Posteriormente, Anitta confirmou que o áudio era de sua autoria e que foi um desabafo sobre a dificuldade para viabilizar o projeto, mas que jamais disse que alguém devia dinheiro a ela. Tanto Pabllo Vittar quanto Anitta já negam a existência da dívida.

Segundo o jornalista Bruno Thadeu, do UOL, os advogados de Pabllo Vittar acionaram o Tribunal de Justiça exigindo R$ 120 mil de indenização pelo fato do Serasa se aproveitar de rumores da internet para criar uma narrativa fantasiosa com o intuito de ampliar a visibilidade de um serviço de crédito da empresa.

O jurídico da Serasa contestou a acusação de Pabllo dizendo que “não teve nome ou imagem vinculados à postagem” e que, além do fato da própria Pabllo ter feito piadas sobre os “US$ 70 mil” publicamente, isso seria uma maneira da drag se beneficiar financeiramente do Serasa. De todo modo, a empresa pediu desculpas à cantora através de seus representantes e também nos comentários da publicação no Instagram.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".