Em relacionamento há 25 anos, RuPaul dispara: ‘monogamia é uma farsa’

Em entrevista para a revista Vanity Hair, RuPaul conta que seu casamento com o fazendeiro Georges LeBar já têm 25 anos e ambos vivem uma relação aberta. Para RuPaul, a “monogamia é uma farsa”, uma construção social.

“Entenda, a monogamia realmente pode acontecer. Quero dizer, eu sou poli com certeza, mas a monogamia é algo que pode rolar e ser bem sucedido, claro. Cada um tem direito ao que entende ser melhor pra si”. – disse.

RuPaul acredita que monogamia é uma farsa.
RuPaul acredita que monogamia é uma farsa (Foto: Reprodução)

“Pra mim, se você se deparar com algo que tem muita vontade e não resiste, vá em frente, faça e seja feliz! Porque independente disso, a verdade é o que eu sei e sinto no fundo do coração: que aquele homem me ama mais do que qualquer outra coisa neste mundo. Isso é tão lindo!”, continuou.

Perspectiva psicológica

Segundo o falecido psicólogo Flávio Gikovate, há uma diferenciação entre sexo e amor, e a sociedade que nos ensina, através da cultura, que ambos estão unidos.

“Aprendemos que sexo e amor são componentes de um mesmo instinto. Não penso assim. O amor corresponde à agradável sensação de aconchego que sentimos quando próximos de uma criatura especial (…) O sexo é uma agradável sensação de excitação que deriva da estimulação de certas partes de nosso corpo. Na infância é um processo essencialmente pessoal – autoerótico. A estimulação das zonas erógenas provoca prazer intenso. Na vida adulta, somos atraídos sexualmente por um grande número de pessoas.” 

No vídeo acima, Gikovate explica que a frase “fazer amor” é errada, já que “amor” é algo que se sente. “As pessoas fazem sexo, não amor”, ele diz.

Sua opinião é endossada pela psicanalista Regina Navarro, que polemizou ao dizer que ninguém deveria se preocupar se o parceiro transa com outra pessoa.