GAY BLOG BR by SCRUFF

A Walt Disney Company flexibilizou as políticas referentes ao visual de seus funcionários, passando a permitir tatuagens visíveis, cortes de cabelos e roupas com as quais eles se sentem mais à vontade. As informações são da CBS (Via Marie Claire).

“Queremos que nossos hóspedes vejam suas próprias origens e tradições refletidas nas histórias, experiências e produtos que encontram em suas interações com a Disney. E queremos que nossos membros do elenco – e futuros membros do elenco – tenham um sentimento de pertencimento no trabalho”, escreveu Josh D’Amaro, presidente dos parques, experiências e produtos da Disney, em uma postagem do blog da empresa.

As roupas também serão mais inclusivas, já que os funcionários não precisarão mais escolher entre um “look” feminino ou masculino baseado no parque em que trabalham, ampliando as opções de vestimenta para ambos os gêneros. O objetivo, segundo Amaro é que as pessoas consigam expressar suas “culturas e individualidades” no trabalho de modo mais eficiente.

“Seguindo em frente, acreditamos que nosso elenco, que estão no centro da magia que permeia todas as nossas experiências, podem prover o melhor do lendário serviço Disney quando eles têm mais opções de expressão pessoal – criando experiências mais ricas e particulares com nossos convidados” – escreveu Amaro.

Funcionários da Disney não precisarão mais escolher roupas de acordo com o gênero
Reprodução

Até então, fazia parte das polícias da Disney ter um determinado comprimento de cabelo para os homens, algo revogado. As tatuagens também passam a ser permitidas, mas elas não podem estar no rosto, cabeça ou pescoço, e precisam ser menores do que uma mão, além de não conterem linguagem ou símbolos ofensivos e nudez.

“Nossa nova abordagem oferece maior flexibilidade com respeito às formas de expressão pessoal em torno de estilos de cabelo, unhas e escolhas de gênero das roupas (…) Estamos nos atualizando para permitir que nossos membros do elenco expressem melhor suas culturas e individualidade no trabalho”, escreveu D’Amaro.

Os empreendimentos que envolvem o nome “Disney” empregam cerca de 155 mil pessoas, segundo o Pink News.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".