GAY BLOG BR by SCRUFF

Nesta terça-feira (19), a cantora Ludmilla anunciou que não irá se apresentar no Prêmio Multishow deste ano. No Twitter, além de criticar o fato de não ter sido indicada a categoria “Cantora do Ano” nos últimos dois anos, a artista fez um longo desabafo e falou os motivos que levaram ela a tomar essa decisão.

(Foto: Reprodução)

O Prêmio Multishow ocorre no dia 8 de dezembro, no Rio de Janeiro (RJ), e a lista de indicados foi revelada na noite de ontem (18) pela emissora. A cantora foi indicada em duas categorias: “Hit do Ano” com sua parceria com Dennis DJ e Xamã em “Deixa de Onda” e “Clipe TVZ do Ano’, com o hit “Rainha de Favela”

Entretanto, a funkeira não foi indicada a “Cantora do Ano”, categoria que venceu em 2019. Na época, a artista foi vaiada pela plateia ao receber o prêmio de “Música Chiclete” por “Onda Diferente” – os fãs de Anitta, parceira da música, se organizaram para hostilizar Ludmila e proferiram, inclusive, ataques racistas.

Em 2019 Ludmilla foi vaiada no Prêmio Multishow (Foto: Reprodução)

As indicadas a “Cantora do Ano” para a premiação que ocorre no final deste ano foram Anitta, Ivete Sangalo, Iza, Luisa Sonza e Marília Mendonça. No Twitter, Ludmilla desabafou: “Uma representante das minorias, uma cantora negra, bissexual, funkeira, periférica, nunca mais fui indicada na categoria Cantora do Ano. Infelizmente essa é a forma que o sistema te boicota! Mesmo eu sendo indicada em outras categorias da premiação é nítida a falta de reconhecimento e entendimento das (poucas) premiações que temos aqui no Brasil”.

Ludmilla ainda ressaltou suas conquistas na música, como o fato de ser primeira cantora negra da América Latina a acumular um bilhão de streams no Spotify. Só esse ano lancei o numanice ao vivo, projeto que impactou a cultura brasileira e revolucionou o mercado do pagode de um jeito jamais visto, por ser uma mulher a frente do projeto, projeto que garantiu o vídeo musical solo mais visto de 2021 por uma cantora pop brasileira”, escreveu no Twitter.

A artista também disse que não só ela, mas outros artistas de diversos segmentos e bandeiras mereciam ser indicados e reconhecidos por suas trajetórias. “Venho por meio desse tweet avisar a todos e ao Multishow que não me apresentarei mais no prêmio esse ano. Obrigada pelo convite, mas onde não sou bem vinda prefiro não estar só por educação. Boa festa a todos”, anunciou.

 

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)