O padre Fábio de Melo defendeu em uma live no Instagram, nesta quinta-feira (29), a união civil homoafetiva como um direito, e não como uma questão religiosa. Ele repercutiu o que disse o papa Francisco, na semana passada. O religioso disse, porém, que isso não quer dizer que padres celebrarão casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

GAY BLOG BR by SCRUFF

”Em 2013, eu dei uma entrevista e fui execrado pela ala mais conservadora da Igreja Católica. A união entre duas pessoas do mesmo sexo não é uma questão religiosa, é uma questão civil. É um direito. Sempre considerei uma injustiça e não cabe a mim julgar, não cabe a mim impor regras religiosas ao outro. A questão é do Estado”, disse o padre, segundo transcrição da revista Marie Claire.

O religioso ressaltou, porém, que não há intenção da Igreja em celebrar casamentos entre fieis homossexuais. “Não é que agora os padres terão que celebrar casamentos de pessoas do mesmo sexo dentro da igreja, o contexto que ele [o papa] fala é uma instância jurídica civil. A gente sabe do grande desastre que é quando misturamos a religião e o Estado, de quanto pode ser prejudicial. Nós não temos o direito de impor aos outros aquilo que é uma regra religiosa nossa”.

Padre Fábio de Melo: “É uma questão de Estado”/Foto: Quem
Crise e suicídio

Fábio de Melo contou ainda que há três anos e meio teve uma crise muito grave e até pensou em suicídio. “Eu não desejo a ninguém passar o que passei. Pensei em me matar várias vezes. Eu tive dois momentos que pensei em suicídio. Nesta época e quando tinha 18 anos. Fazia noviciado, em Jaguará do Sul, Santa Catarina. Durante um ano e meio, eu tive pensamentos obsessivos para morrer”, disse.

Segundo o padre, ele foi curado pela medicina. “Quem me curou primeira foi a medicação. Os medicamentos foram necessários e quando a medicação me curou, eu fui mudando as minhas posições, a minha rotina. Fui buscar o querer ficar em mim”, contou.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.