Programa Transcidadania promove ensino e qualificação com vistas à empregabilidade

Este ano, 76 participantes foram encaminhadas para participar de entrevistas de emprego.

Participantes do programa Transcidadania vão receber um kit escolar antes do início das aulas do próximo ano, em iniciativa promovida pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, por meio da Coordenação de Políticas LGBTI. Serão oferecidos kits para cerca de 60 pessoas em empresas que têm foco na empregabilidade trans.

A entrega dos kits acontece nesta quarta-feira, 19, às 15h30, no auditório da secretaria, na Rua Líbero Badaró, 119, centro de São Paulo.

Em clima festivo do primeiro ano de realização do programa Transcidadania (2016) Foto: Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo
Em clima festivo do primeiro ano de realização do programa Transcidadania (2016) Foto: Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo

O programa incentiva mulheres transexuais e homens trans a prosseguirem os estudos nas redes de ensino de jovens e adultos e supletivos. Portanto, o foco global do Transcidadania é a elevação escolar e a qualificação profissional com vistas à empregabilidade.

Uma das condições exigidas para as pessoas interessadas em participar do Transcidadania é estar matriculadas na rede de ensino e participar das atividades oferecidas pelos Centros de Cidadania LGBTI da secretaria, que incluem oficinas artísticas, de aprendizagem de idiomas e outras iniciativas culturais. Os participantes recebem uma bolsa mensal até a conclusão do programa.

Conferência: LGBTIs em posições de liderança | Mix Brasil feat Pajubá

Desde o seu início em 2015, o programa atendeu a 586 pessoas. O Transcidadania também entra em contato com as empresas para intermediação no mercado de trabalho. Este ano, 76 participantes foram encaminhadas para participar de entrevistas de emprego.

Em caso de violência ou discriminação, procure um Centro de Cidadania LGBTI

Comente