GAY BLOG BR by SCRUFF

Na última terça-feira (19), a Câmara dos EUA aprovou um projeto de lei que reconhece os casamentos entre pessoas do mesmo sexo em nível federal. Na ocasião, 47 republicanos se juntaram aos democratas em apoio à medida. Foram 267 votos a favor e 157 contrários.

Agora, o texto será enviado ao Senado. No entanto, há dúvida de que a medida seja aprovada, pois  maior parte dos senadores republicanos é contra o casamento de pessoas do mesmo sexo. Os deputados norte-americanos apresentaram um projeto porque temem que a Suprema Corte, dominada por juízes conservadores, anule a decisão, de 2015, que garantia o direito ao casamento igualitário nos EUA.

Foto: Jacquelyn Martin

O senador Mitch McConnell, republicano de Kentucky e líder da minoria republicana, recusou-se a se posicionar sobre a medida. Já os lideres democratas da Câmara optaram por avançar com o projeto depois que Suprema Corte, no mês passado, derrubou o direito ao aborto.

No Senado, Chuck Schumer, de Nova York e líder da maioria democrata, não se comprometeu a apresentar a medida, mas disse que “vai analisar tudo o que podemos fazer para lidar com essas questões”, de acordo com o jornal O Globo.

Vamos encarar: esta é uma Suprema Corte MAGA [sigla em inglês de “Façam os EUA grandes novamente”, referência a um slogan do ex-presidente Donald Trump]. Uma Suprema Corte MAGA, de extrema direita, muito, muito distante não apenas de onde está o americano médio, mas até mesmo de onde está o republicano médio”, disse Schumer.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)