Vicenta Perrotta abre as portas a estilistas trans na 46ª Casa de Criadores

40 homens cis e trans e 50 mulheres trans e cis foram bookados para performar na passarela de Vicenta Perrotta

No próximo sábado, 30, às 21h30, a 46ª Casa de Criadores receberá o desfile-performance de Vicenta Perrotta e sua marca VP Upcycling. Em sua terceira participação no evento, a estilista propõe transformar a marca em uma plataforma para 12 novos estilistas trans.

Com o conceito de “Brasil: o país campeão mundial de travestis” o desfile se inspira numa edição do Jornal do Lampião, famosa publicação alternativa que durante a ditadura abordava como o Brasil exportava travestis para a Europa, principalmente durante os anos 1970, migração que mudou a cara de cidades como Paris e Milão.

Para contextualizar com a atualidade, a marca busca tensionar o espaço político da travesti: “o país campeão pra mim não é esse ocupado por quem humilha e envergonha a nação, que está colocando a nação na mira de um genocídio há tanto tempo. Quem nos torna campeãs é quem traz vida, e nesse lugar eu me vejo, Travesti”, conta a diretora criativa do desfile, Maria Letícia.

Vicenta Perrotta abre as portas a estilistas trans na 46ª Casa de Criadores
Travestis campeãs!

Para a realização desse desfile a VP Upcycling propôs um financiamento coletivo com a meta de 25 mil reais. Entre as recompensas estão itens de moda, sessões fotográficas e a primeira edição do jornal Travesti VIVA!, publicação com textos das principais personalidades trans da cena paulistana.

Embora não tenha atingido a meta, o desfile acontecerá. Para Vicenta Perrotta, o esforço para esse desfile acontecer é individual e coletivo “é um investimento de todes em suas carreiras pessoais e no coletivo, pensando as questões políticas do corpo dito como ‘abjeto’. Ainda segundo a estilista “nós sentimos necessidade de fazer um financiamento coletivo dessa vez, pois nós precisamos comer, se movimentar e viver”. 

A 46ª Casa de Criadores está acontecendo na Alameda Olga, 197, na Barra Funda, em São Paulo. O desfile é para convidados, entretanto, a área externa (com telão) é liberada ao público.