GAY BLOG BR by SCRUFF

A atual presidente do comitê dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio, Seiko Hashimoto, visitou o primeiro centro LGBTQIA+ permanente do Japão, s Pride House Tokyo Legacy, no último dia 27 de abril. Hashimoto entrou no lugar de Yoshiro Mori, que deixou o cargo em fevereiro após fazer comentários sexistas, enquanto o diretor artístico das Olimpíadas de Tóquio, Hiroshi Sasaki, renunciou em março após fazer um comentário depreciativo sobre uma artista japonesa.

“Como o comitê organizador está se preparando para receber atletas de todo o mundo, gostaríamos de aprofundar nosso entendimento e enfrentar com firmeza a questão do consenso na diversidade” – disse Hashimoto aos membros do centro. “Precisamos agir agora para que possamos olhar para trás e dizer que os Jogos Olímpicos de Tóquio foram um ponto de virada no que diz respeito à diversidade e ao entendimento das questões LGBTQ”, continuou Hashimoto.

A presidente do comitê dos jogos Olímpicos Tóquio-2020, Seiko Hashimoto, visitou o primeiro centro LGBTQIA+ permanente do Japão, O Pride House Tokyo Legacy, no dia 27 de abril.
Reprodução

Antes de ser nomeada como presidente do Comitê Organizador, Seiko Hashimoto era a Ministra dos Jogos Olímpicos e da Igualdade de Gêneros desde setembro de 2019. Seiko também é uma ex-atleta e atualmente está com 56 anos.

Já o comentário sexista de Mori ocorreu no dia 3 de fevereiro, quando ele disse que as mulheres “têm dificuldades” em ser concisas e “têm o espírito de competição”. “Se uma levanta a mão [para falar], as outras acham que também devem se expressar. É por isso que todas acabam falando” – disse.

“Se você aumenta o número de membros executivos do sexo feminino, e se seu tempo de palavra não estiver limitado em certa medida, terão dificuldade para terminar, o que é irritante”, afirmou (via G1), ao reclamar que “os conselhos de administração com muitas mulheres levam muito tempo”.

No dia seguinte, Mori pediu desculpas após a repercussão negativa: “As declarações vão contra o espírito dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, e, portanto, são ‘inapropriadas'” – disse em uma coletiva – “Gostaria de retirar tudo o que disse”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".