This article is also available in: English Español

GAY BLOG BR by SCRUFF

O Japão é o único país do G7 (grupo dos países mais industrializados do mundo, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) que ainda não reconhece o casamento homoafetivo, resultado em dificuldades para casais alugarem um apartamento ou em obterem direitos básico.

“Muitas pessoas pensam que o Japão é um defensor dos direitos humanos, mas não existem leis que protejam os LGBTQ+. A sociedade está repleta de preconceito, discriminação e assédio”, relata um comunicado divulgado em setembro no site da Pride House.

Pride House Tokyo - Divulgação
Pride House Tokyo – Divulgação

Durante as Olimpíadas, desde os Jogos de Inverno de Vancouver, no Canadá, em 2010, uma “Pride House” (Casa do Orgulho) tem sido aberta de modo temporário para dar suporte a atletas LGBTs. Em Tóquio, a Pride House seria aberta em 2021, mas os planos foram mudados após uma pesquisa apontar a urgência em atender jovens da comunidade LGBTQIA+.

A instituição foi inaugurada neste domingo, 11, data que se comemora o “Coming Out Day”, e funcionará de forma permanente no país. “O Japão, tanto no meio esportivo quanto na sociedade, assim como nas escolas e locais de trabalho, não é muito receptivo às pessoas LGBTQ e é difícil sair do armário”, disse à AFP Gon Matsunaka, chefe do projeto que deu origem à Pride House.

Pride House Tokyo - Divulgação
Pride House Tokyo – Divulgação
Pride House Tokyo - Divulgação
Pride House Tokyo – Divulgação
Pride House Tokyo - Divulgação
Pride House Tokyo – Divulgação

O atleta Fumino Sugiyama, 39, um dos fundadores da instituição no país, conta que quando praticava esgrima “era impensável sair do armário no mundo do esporte”, pois era um ambiente bastante homofóbico. “Fiquei dividido entre praticar o esporte que adoro, não ser capaz de ser eu mesmo, e ser eu mesmo e desistir da esgrima”, lembra Sugiyama.

A casa, além promover tolerância e dar suporte à comunidade LGBTIs ao praticar esportes, visa sensibilizar o público sobre a diversidade sexual, avançar nas questões LGBTQIA+ no Japão e oferecer um refúgio a vítimas de assédio ou discriminação.

Pride House Tokyo - Divulgação
Pride House Tokyo – Divulgação

Para acompanhar:
facebook.com/PrideHouseTokyo
twitter.com/PrideHouseTokyo

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.