Com a escassez de máscaras cirúrgicas por conta do coronavírus, o diretor executivo do Programa de Emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, tocou no assunto do uso de máscaras caseiras: “Em certos contextos, utilizar esses itens para cobrir as vias aéreas serve como barreira mecânica e não é uma má ideia”.

GAY BLOG BR by SCRUFF

Para atender essa demanda, o coletivo POCs começou a fabricar máscaras com estampas temáticas para a comunidade LGBT+. Com malha sublimática de 100% poliéster, dupla camada de tecido e acabamento costurado e presilha em elástico a máscara possui 22x11cm (parte mais fina 9 cm) e é lavável/reutilizável. Cada peça custa de R$ 20 a R$ 22,40 e são 28 modelos e podem ser adquiridas neste link sem sair de casa. Separamos aqui alguns modelos:

máscaras

máscaras

máscaras máscaras máscaras

máscaras

Cada peça custa de R$ 20 a R$ 22,40 e são 28 modelos e podem ser adquiridas neste link.

Michael Ryan, diretor executivo do Programa de Emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), alerta que que as máscaras caseiras devem ser um complemento aos cuidados tradicionais para evitar o novo coronavírus: “Seu uso não nega a necessidade de lavar as mãos, de distanciamento físico, de ficar em casa se as autoridades pedirem”.

PrEP será testada para tratamento de coronavírus

PrEP será testada para tratamento de coronavírus

Com a pandemia do coronavírus, especialistas em medicina do mundo inteiro estão testando a eficiência de medicamentos contra a doença, incluindo a droga Truvada, usada para a a Profillaxia Pré-Exposição do HIV, mais comumente conhecida como PrEP.

Estudos preliminares indicam que o Remdesivir, utilizado no tratamento de HIV/AIDS pode ser eficaz contra o coronavírus, levando a atenção dos especialistas para o Truvada, que é da “mesma família”.

David Hardy, professor adjunto de medicina da Divisão de Doenças Infecciosas da Universidade de Medicina John Hopkins, diz que eles atingem o vírus em determinado ponto que impede o seu ciclo de replicação.

“Se o Remdesivir funciona, sendo ele da mesma classe medicamentosa do Truvada, então Truvada também deve ser tentado.” – disse.

Apesar disso, parece que há uma diferença “chave” entre ambas as drogas, já que Truvada pode ser administrada através de pílulas orais, e por essa razão ele é utilizado como PrEP, enquanto o Remdesivir é apenas injeção intravenosa. Referente a este último, seria mais complicado tratar um grande número de pacientes. Leia mais neste link.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

1 COMENTÁRIO