A série Todxs Nós, que retrata a realidade de uma jovem pansexual não-binária, já estreou na HBO e seus dois primeiros episódios estão disponíveis através do serviço de streaming HBO GO (sete dias grátis para não assinantes).

Aqueles que quiserem assistir na TV, a série é exibida aos domingos, às 23h, no canal HBO, com reprises diversas (consulte os próximos horários neste link). Para a primeira temporada, foram feitos oito episódios de 30 minutos.

ENREDO

A série traça a a história de Rafa, uma jovem de 18 anos que, como dito anteriormente, é não-binária e resolve sair do interior de São Paulo para morar na capital junto do primo Vini, e sua melhor amiga, Maia. Os episódios retratam o auto-conhecimento da Rafa, que cada vez mais procura entender o significado da não-binariedade.

“A existência da pessoa não-binária questiona a nossa lógica patriarcal, a nossa lógica machista de modo muito profundo, porque propõe que o gênero não seja a primeira coisa que você vê em alguém”, explica Vera Egito, que dirige a série ao lado de Heitor Dhalia e Daniel Ribeiro.

Além de ser pioneira em tratar o tema sobre pessoas não binárias, a série também não economiza nas cenas de sexo.

“Foi um exercício para todos nós”, conta Clara Gallo, intérprete de Rafa. “Nossa língua é muito rígida na questão de gênero, então é difícil mesmo. Mas a questão é se arriscar mesmo e falar nessa linguagem. No começo você fala engasgando, mas tem um momento que se torna mais natural. Nossa linguagem é muito rígida, e não à toa o Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo”.

TÉCNICA

TODXS NÓS é uma produção realizada integralmente com investimentos próprios da HBO Latin America. A série tem direção geral de Vera Egito, que assina também a direção dos episódios e roteiro junto com os célebres Heitor Dhalia e Daniel Ribeiro (“Hoje Eu Quero Voltar Sozinho“).

Protagonizada por Clara Gallo, Kelner Macêdo e Julianna Gerais, os roteiros contam com a colaboração de Alice Marcone e Thays Berbe. A produção é de Luis F. Peraza, Roberto Rios e Eduardo Zaca, da HBO Latin America Originals; Gil Ribeiro, Marcia Vinci e Margarida Ribeiro, da Coiote, e Heitor Dhalia e Egisto Betti, da Paranoïd Filmes.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".