GAY BLOG BR by SCRUFF

A vereadora de Niterói Benny Briolly (PSOL) anunciou que o deputado estadual Rodrigo Amorim (PTB-RJ) se tornou réu por unanimidade pelos desembargadores do TRE-RJ por ter praticado violência política de gênero. Se condenado, Amorim pode se tornar inelegível.

Segundo uma denúncia realizada no dia 17 de maio, Rodrigo Amorim teria assediado, constrangido e humilhado a vereadora Benny Briolly durante um discurso na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), entre Renata Souza (PSOL), e Amorim. A deputada reclamou das constantes interrupções dos parlamentares que a vaiavam e gritavam palavras como “lixo” e, eventualmente, Rodrigo Amorim pediu a palavra.

“Vai xingar outro! Hoje, na Câmara Municipal, um vereador que parece um porco humano (em referência Tarcísio Motta, vereador do PSOL) estava lá, chorando, dizendo que eu era gordofóbico. Mas ela (Renata Souza, deputada estadual do PSOL) pode se referir aos outros como boi. Talvez não enxergue sua própria bancada, que tem lá em Niterói um boizebu, que é uma aberração da natureza, que é aquele ser que tá ali (Benny Briolly), e eles não enxergam”, disse Rodrigo Amorim.

Deputado vira réu por ofender vereadora trans Benny Briolly
Reprodução

Na denúncia, os procuradores Neide Cardoso de Oliveira e José Augusto Vagos entenderam que o deputado “constrangeu, humilhou e perseguiu a vítima Benny Briolly, com menosprezo e discriminação, subjulgando-a por ser mulher trans”.

Em entrevista ao Metrópolis, Benny Briolly comenta sobre a decisão. “Eu estou feliz com a decisão do TRE-RJ mas este é apenas o início. Ainda há um longo caminho a ser trilhado, cidadãos como Rodrigo Amorim não podem ter o direito de concorrer à vida política. Espero que a candidatura deste cidadão seja cassada, bem como a candidatura do vereador de Douglas Gomes condenado em Niterói e do ex-vereador recentemente cassado Gabriel Monteiro”.

“Liberdade de expressão não é liberdade de agressão como diz o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alexandre de Moraes. Eu ainda acredito na democracia e nas instituições de Direito para fazer justiça, acredito que vai ser tudo nosso e nada deles”, acrescentou a parlamentar.

 




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"