GAY BLOG BR by SCRUFF

O ator Elliot Page se manifestou no Twitter contra a recente polêmica envolvendo o comediante Dave Chappelle no especial The Closer da Netflix, com “piadas” consideradas transfóbicas por fazer chacota com o órgão genital de pessoas trans. As informações são da Rolling Stone.

Além dos comentários ofensivos as pessoas trans, Chapelle também se autoproclamou no especial como “TERF“, que é uma sigla em inglês para feminista radical trans-excludente.

Nesse contexto, funcionários realizaram um protesto para que a Netflix reconheça que o comportamento tem efeito prejudicial não só para as pessoas trans, mas também para os LGBTs em geral.

“Eu apoio os funcionários trans, não-binários e pessoas não-brancas da Netflix, as quais lutam por mais e melhores histórias trans, e um ambiente de trabalho mais inclusivo,” escreveu o Page no Twitter.

O ator também compartilhou o vídeo “Stand Up in Solidarity With Team Trans” (“Levante em Solidariedade à Equipe Trans da Netflix”, em tradução livre), que até o fechamento desta notícia está com 19.000 visualizações. No vídeo, há varias pessoas conhecidas apoiando o protesto.

A polêmica com os funcionários se deu no dia 20 de outubro, onde os funcionários planejaram uma greve e também divulgaram uma nota à imprensa.

“Como já discutimos por meio do Slack, e-mail, mensagens de texto e tudo mais, nossa liderança nos mostrou que eles não defendem os valores pelos quais somos responsáveis […] Entre os inúmeros e-mails e falta de respostas, nos disseram explicitamente que, de alguma forma, não podemos compreender a nuance de determinado conteúdo. Não sei você, mas pedir que mostremos toda a história e não apenas as partes que prejudicam as pessoas trans e [LGBTQ+] não é um pedido absurdo.”

Em resposta, a Netflix também se posicionou através de um porta-voz: “Valorizamos nossos colegas e aliados trans e entendemos a profunda mágoa que foi causada. Respeitamos a decisão de qualquer funcionário que escolha prostestar e reconhecemos que temos muito mais trabalho a fazer tanto na Netflix quanto em nosso conteúdo”.

Elliot Page se manifesta contra piadas transfóbicas em especial da Netflix
Reprodução

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"