This article is also available in: Español

GAY BLOG BR by SCRUFF

O pastor Ed René Kivitz causou climão entre evangélicos, no último domingo (25), ao dizer que a Bíblia precisa ser “atualizada” para que gays deixem de ser condenados ao inferno. Segundo o site cristão Pleno News, ele “causou polêmica” ao contestar a doutrina da inerrância, que defende que o livro sagrado é livre de erros.

Durante sua pregação na Igreja Batista de Água Branca (SP), Kivitz afirmou que a palavra de Deus é “insuficiente”, ao afirmar que o grande desafio da igreja contemporânea é ver a Bíblia como um livro “que precisa ser relido, ressignificado”.

“[A Bíblia é] um livro que precisa ser relido, ressignificado, para que os princípios de vida que esse livro encerra, e que essa revelação encerra, saltem dessas páginas promovendo libertação e justiça e relações de amor no nosso mundo”, transcreveu o Pleno News.

René Kivitz, então, usa o exemplo da aceitação da homossexualidade e do papel do homem e da mulher no casamento para defender o ponto de vista de que as Escrituras precisam ser atualizadas e com isso seja possível “enfrentar os pecados de gênero”.

“Se queremos ser cartas para o novo mundo, se a Igreja quer ser carta para o novo mundo, nós vamos precisar atualizar a Escritura e vamos ter de fazer essa atualização e ter essa coragem de enfrentar os pecados de gênero”.

Em outro ponto, o pastor também sugere que os gays não deveriam mais ser condenados ao inferno por causa de “dois ou três textos bíblicos que não foram atualizados”.

Reação

Apo que parece, Kivitz está sozinho em sua interpretação das palavras de Deus. Renato Vargens, pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói (RJ), afirmou que é a Bíblia, na verdade, quem “nos protege do erro” e que a Escritura Sagrada não precisa ser moldada conforme a cultura, relato o site cristão.

“A este senhor, como a todos que relativizam as Escrituras, afirmo que a Bíblia continua sendo o escudo que nos protege do erro. Ela é luz para os nossos caminhos e seus ensinos e doutrinas são atemporais. Isso faz com que entendamos que não precisamos moldar o texto sagrado segundo a cultura”.

This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.