A Spcine marca presença no Festival Verão Sem Censura com a exibição de aproximadamente dez filmes recentes (divididos em longas, médias e curta-metragens), nos dias 18 e 19 de janeiro, no Centro Cultural São Paulo (CCSP). A iniciativa tem por objetivo dar visibilidade à produções com temáticas LGBTQIA+ e apoiar a liberdade de expressão e a diversidade do cinema brasileiro.

Um dos destaques da programação é a atriz, cantora e compositora brasileira Linn da Quebrada, que será representada no festival com dois filmes: “Corpo Elétrico”, de Marcelo Caetano e o documentário “Bixa Travesty”, codirigido por Claudia Priscilla e Kiko Goifman, que acompanha a trajetória de Linn e de outros artistas da cena musical paulistana. Estas duas produções serão exibidas no dia 19, respectivamente às 15h e às 19h.

Outros destaques do evento são a sessão de curtas LGBTQIA+, no dia 18, a partir das 16h (incluindo dois filmes que serão exibidos no Festival de Roterdã em 2020 – “Vando Vulgo Vedita” e “Swinguerra”) e a exibição, no dia 19, às 15h, de “A Vida Invisível”, dirigido por Karim Aïnouz e premiado na última edição do Festival de Cannes. O longa seria exibido para os servidores da Ancine em dezembro, mas foi vetado pela direção do órgão, do qual o filme também teve os seus cartazes removidos das paredes.

Além disso, cartazes de produções nacionais recentes ficarão expostos no CCSP ao longo de todo o festival, entre eles “Baronesa”, “Divino Amor”, “Los Silencios” e “Branco Sai, Preto Fica”.

Confira abaixo parte da programação cinematográfica:

18/01
16h – Sessão de curtas LGBT
“Vando Vulgo Vedita”, de Leonardo Mouramateus e Andréia Pires
“Preciso dizer que te amo”, de Ariel Nobre
“Reforma”, de Fábio Leal
“Negrum 3”, de Diego Paulino
“Swinguerra”, de Bárbara Wagner e Benjamin de Burca

19/01
15h – “Corpo Elétrico
17h – Sessão de médias – “Verona” e “Nova Dubai”
19h – “Bixa Travesty”

Cartazes exibidos:

“Bacurau”
“Los Silencios”
“Baronesa”
“O Processo”
“Hoje eu Quero Voltar Sozinho”
“Branco Sai, Preto Fica”
“Paraíso Perdido”
“Divino Amor”
“Taego Awa”
“Divinas Divas”
“Aquarius”
“Mãe Só Há Uma”

Centro Cultural São Paulo (CCSP)
Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso. Zona Sul – São Paulo, SP
| tel.: 3397-4002

Festival ‘Verão Sem Censura’ acontece este mês em SP; confira a programação completa

Mais sobre o Festival 

O Festival Verão Sem Censura, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura entre os dias 17 e 31 de janeiro, acolhe todas as manifestações culturais oprimidas em 15 dias de evento, realizado nas cinco regiões da cidade. São mais de 45 atividades abertas e gratuitas, como peças de teatro, filmes, debates, shows, exposições, performances e carnaval. A iniciativa apoia e fortalece a resistência aos ataques à cultura e aos artistas no Brasil.

Google Notícias