GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

Apesar dos progressos significativos nos direitos dos homossexuais em todo o mundo, dezenas de países ainda criminalizam atividades consensuais do mesmo sexo, incluindo seis, onde ser gay é punível com a morte, disseram ativistas nesta terça-feira (15), segundo a agência AFP.

Em um novo relatório, a Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersexuais (ILGA) encontrou “progresso considerável” nas proteções legais para pessoas LGBTI em todo o mundo.

Mesmo durante a pandemia Covid-19, que criou desafios adicionais significativos para LGBTI e outras comunidades minoritárias, “desenvolvimentos positivos ocorreram”, disse a organização.

Reprodução

Mas, embora a tendência seja a aceitação, 69 estados-membros da ONU continuam a criminalizar o sexo consensual entre pessoas do mesmo sexo, segundo o relatório.

Isso é um a menos do que no ano passado, depois que o Gabão recuou de uma lei de 2019 — “a lei de menor duração do tipo na história moderna”, disse o coordenador de pesquisa da ILGA e principal autor do relatório Lucas Ramon Mendos em um comunicado.

Mais urgentemente do que as leis sobre os livros, a ILGA verificou que 34 países – mais da metade daqueles com leis de criminalização – os aplicaram ativamente nos últimos cinco anos.

O relatório alertou que o número real poderia ser “muito maior”.

“Onde quer que essas disposições estejam nos livros, as pessoas podem ser denunciadas e presas a qualquer momento, mesmo sob a suspeita de fazer sexo com alguém do mesmo sexo”, disse Mendos.

“Os tribunais processam e os sentenciam à prisão, açoitamento público ou até mesmo à morte”, disse ele.

Em seis estados membros da ONU, a pena de morte é a punição legalmente prescrita para sexo homossexual consensual: Brunei, Irã, Mauritânia, Arábia Saudita e Iêmen, bem como em 12 estados do norte da Nigéria.

E o relatório disse que fontes indicaram que a pena de morte poderia potencialmente ser usada nesses casos em cinco outros países – Afeganistão, Paquistão, Catar, Somália e Emirados Árabes Unidos – embora houvesse menos segurança jurídica.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.