GAY BLOG BR by SCRUFF

João Côrtes, de 27 anos, se mudou para Los Angeles, nos Estados Unidos, há duas semanas. Fora do Brasil, ele pretende abrir portas para uma carreira artística internacional. Em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, do O Globo, o ator falou sobre a decisão de morar fora do país e de declarar publicamente sua sexualidade.

João Côrtes (Foto: Reprodução)

Sempre tive o desejo de morar aqui e trabalhar na indústria de Hollywood. Em 2018, fiz uma viagem para Los Angeles com o meu pai, justamente para encontrar pessoas, fazer contatos e entender a cidade. Ali, tive a certeza de que um dia moraria aqui”, iniciou o ator, em conversa com a colunista.

“Pouco depois, comecei o processo para tirar meu visto de trabalho, mas veio a pandemia e tudo demorou muito para acontecer. Ou seja, venho me preparando, estrutural e emocionalmente, para dar esse passo faz tempo“, contou Côrtes à jornalista.

Antes de deixar o Brasil em busca do seu sonho, ele gravou a série de humor “Encantado’s”, do Globoplay. Na trama, Côrtes viverá Celso Tadeu, artista que sonha brilhar nos palcos da Broadway e trabalha como anunciante de produtos de um supermercado. Quando chega a noite, o personagem assume a função de coreógrafo da comissão de frente de uma escola de samba.

João Côrtes (Foto: Italo Gaspar)

Desde que se declarou publicamente gay, Côrtes diz que batalha para não ter o trabalho limitado a sua sexualidade. “Ser gay não me limita a viver os mais diversos personagens. Como ator, eu empresto a minha imagem para viver vidas, tenham essas personagens características minhas ou sejam totalmente diferentes”, pontuou o ator.

No meu novo trabalho em “Encantado’s”, vivo um personagem gay, e isso foi maravilhoso. Mas não limita em nada para um papel futuro. Pelo contrário, me potencializa cada vez que eu vivo na tela algo que não vivi anteriormente“, acrescentou.

A decisão de falar publicamente sobre sua sexualidade, surgiu por entender a importância da representatividade. “Vivemos tempos sombrios em que opressores se sentem legitimados. Embora numa posição de privilégio, reforço sempre isso, entendo o quanto não me calar ou não me isentar é necessário”, afirmou Côrtes.

Ao mesmo tempo, posterguei falar sobre, não por medo, porque sempre fui acolhido na minha família, no ambiente de trabalho e pelos amigos. Mas para que isso não fosse usado pela mídia como algo exploratório ou puramente midiático, como vi acontecer com muitos colegas artistas“, explicou.

João Côrtes (Foto: Italo Gaspar)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)