O patriarca da Igreja Ortodoxa da Ucrânia, Filaret, contraiu o coronavírus. A informação veio na última sexta-feira, dia 4 de setembro. Anteriormente o religioso tinha atribuído a pandemia a “punição pelos pecados dos homens e pela humanidade pecaminosa” e, na TV Ucraniana, disse: “Primeiro de tudo, menciono o casamento entre pessoas do mesmo sexo”.

GAY BLOG BR by SCRUFF

Por essa última fala, o grupo ativista por direitos da população LGBT da Ucrânia, o Insight, entrou com um processo contra Filaret.

“Nosso objetivo é mostrar as pessoas que ão há mais lugares para esse tipo de manifestação como de líderes da Igreja Ortodoxa”, disse a líder do Insight, Olena Shevchenko, a Reuters.

Já a Igreja Ortodoxa usou o argumento de liberdade de expressão para o posicionamento dele em relação ao coronavírus: “Como líder da igreja e como um homem, o patriarca tem a liberdade de expressar suas visões, que são baseadas na moralidade.” 

Em nota, a Igreja Ortodoxa Ucraniana disse que o estado de saúde de Filaret é satisfatório e pediu aos fiéis orações ao líder religioso.

A Europa tem uma boa reputação referente aos avanços dos direitos LGBTQIA+. No entanto, a Ucrânia é considerado um dos países menos “gay-friendly”. Dos 49 países listados pela ILGA-Europe, a Ucrânia fica o 35º lugar em relação aos direitos LGBT.

Com informações do G1 e NBC News.

Líder religioso que culpou os LGBTs pela pandemia contrai o coronavírus
Reprodução

UCRÂNIA E OS DIREITOS LGBTS

A maior parte do Ucranianos são afiliados a igreja ortodoxa, que tem uma influência significativa na oposição da sociedade quanto a comunidade da LGBT. Segundo eles, há um “combate a imoralidade“. Por essa razão, muitos LGBTs dizem sentir a necessidade de mentir sua orientação sexual e identidade de gênero para não serem discriminados e não sofrerem violência.

Muitos políticos se dizem”anti-propaganda” LGBT. Em um estudo feito em 2010, apenas 28% dos ucranianos devem viver livremente. No entanto, uma pesquisa mais recente, feita em 2017, mostrou que 56% dos ucranianos acreditam que os gays e bissexuais devem ter direitos iguais aos héteros, o que demonstra um avanço em relação aos LGBTs.

Pastor que disse que Deus pune gays com desastres naturais tem casa destruída por inundação

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".